Curtis Mayfield, lenda do Soul
Crédito: Wikimedia / Creative Commons

Curtis Lee Mayfield nasceu em Chicago no dia 03 de Junho de 1942 e se tornaria um dos nomes mais influentes da história da música.

Iniciando os trabalhos artísticos e dando o pontapé inicial da sua carreira em um coral gospel, Curtis conheceu Jerry Butler em 1956, aos 14 anos de idade, e se juntou ao lendário The Impressions.

Foi com a banda que ele acabou se tornando um dos compositores mais importantes da música Soul, fazendo a ponte entre o gênero e questões sociais das mais relevantes, como no clássico “People Get Ready”.

Aqui, o grupo canta a letra de Mayfield carregada com mensagens políticas e sociais no que se tornaria a vigésima quarta melhor música de todos os tempos segundo a Rolling Stone.

Maior hit de toda carreira do The Impressions, o hit acabou catapultando a carreira do jovem Curtis, que alçaria outros voos.

Continua após o vídeo

 

Pioneiro do Rock And Roll

Além de um grande sucesso de público e crítica, a canção escrita por Mayfield acabou se tornando uma espécie de marco do Rock And Roll.

Não à toa, entrou para a seleta lista de 500 Músicas Que Moldaram o Rock And Roll criada pelo Hall da Fama do Rock And Roll, em uma clara sinalização de que a mistura de Soul, R&B, Folk e mais iria impactar diretamente as guitarras no futuro.

Em 1998, a canção também entrou para o Hall da Fama do Grammy, e isso ajudou a explicar por que em 1970 ele havia deixado o The Impressions para se dedicar à carreira solo.

Carreira Solo de Curtis Mayfield

Ao longo de sua empreitada como artista solo, Curtis Mayfield lançou dezenas de discos, vários deles celebrados como alguns dos melhores dos Anos 70.

Prolífico, lançou 15 álbuns entre 1970 e 1979, sendo Sparkle, de 1976, uma parceria com a incrível Aretha Franklin.

Foi alguns anos antes, em 1972, que ele compôs a trilha sonora do disco Super Fly e o disco resultante do filme que fala sobre os constantes estereótipos associados à comunidade negra, principalmente em relação à criminalidade, entrou para a lista dos 500 Melhores Discos da História lançada pela Rolling Stone.

Acidente e Tragédia no Brooklyn

Em 13 de Agosto de 1990, quando tinha apenas 48 anos de idade, Curtis Mayfield sofreu um acidente que infelizmente mudaria toda sua vida para sempre.

Foi nesse dia que o músico iria se apresentar em um evento no Wingate Field, em Flatbush, bairro do Brooklyn, Nova York, quando um equipamento de iluminação caiu em cima dele quando o mesmo já estava no palco e era introduzido ao público.

O trágico acidente acabou o deixando paralisado do pescoço para baixo, e infelizmente Curtis Mayfield não poderia mais tocar a sua guitarra e muito menos se apresentar para multidões que celebravam suas composições e suas músicas.

Ainda assim, o artista encontrou forças para compor e até mesmo cantar através de uma técnica em que deixava a gravidade auxiliar no controle de seus pulmões, e os vocais do seu último álbum, New World Order (1996) foram gravados assim.

Prêmios e Legado

Os últimos anos da vida de Curtis Mayfield foram marcados tanto por prêmios quanto por complicações de saúde.

O acidente fez com que sua condição física nunca mais fosse a mesma e em 1998 ele teve que amputar a perna direita por conta da diabetes, por exemplo.

Por outro lado, em 1994 ele ganhou o Grammy pelo Conjunto da Obra e em 1999 foi introduzido ao Hall da Fama do Rock And Roll em uma turma que teve gigantes como Paul McCartney, Billy Joel, Bruce Springsteen e mais.

Muito debilitado, ele não pôde ir à cerimônia, e naquele mesmo ano, apenas um dia depois do Natal, Curtis Mayfield faleceu no Inverno do interior da Georgia, quando em 26 de Dezembro de 1999 nos deixou cedo demais aos 57 anos de idade.

A causa da morte foi uma série de complicações em relação à diabetes tipo 2, sendo que um dos principais fatores para o agravamento da doença é a falta de exercícios físicos, o que Mayfield era impossibilitado de fazer desde que foi atingido por equipamentos no palco.

Apesar de ter sua carreira abreviada por um incidente, o músico deixou a sua marca e não apenas lançou verdadeiros hinos da luta por uma sociedade mais justa, como influenciou verdadeiros gigantes.

Entre os nomes que creditaram Curtis Mayfield como influência, aparecem verdadeiras lendas como Jimi Hendrix, Bob Marley, Tracy Chapman, Marvin Gaye e Stevie Wonder.

Continua após o vídeo

Além disso, ele é um dos únicos artistas do planeta a aparecer duas vezes no Hall da Fama do Rock And Roll, a primeira com sua banda (The Impressions) e a segunda como artista solo, mostrando o tamanho e o peso de suas palavras e notas no mundo.

Em 2017, Lionel Richie comprou os direitos para produzir uma cinebiografia a respeito da história do seu ídolo, e espera-se que sua carreira seja mostrada ao grande público através de registros que coloquem uma lupa em cima de um catálogo e uma história de vista tão impactantes.

Faz muita falta!

LEIA TAMBÉM: Wicked Wisdom e a sensacional história de Jada Pinkett Smith no Heavy Metal

OUÇA AGORA MESMO A PLAYLIST TMDQA! BRASIL

Música brasileira de primeira: MPB, Indie, Rock Nacional, Rap e mais: o melhor das bandas e artistas brasileiros na Playlist TMDQA! Brasil para você ouvir e conhecer agora mesmo. Siga o TMDQA! no Spotify!