Dave Mustaine (Megadeth)
Reprodução/YouTube

Como te contamos aqui, recentemente o KISS foi acusado de usar playback em uma apresentação de sua atual turnê e, agora, Dave Mustaine se manifestou publicamente para criticar a banda de Gene Simmons e Paul Stanley.

Em entrevista para a rádio da Kerrang! (via Blabbermouth), o líder do Megadeth chamou de “preguiçoso” quem faz playback e fez aparente referência ao show do KISS na Bélgica em que fãs desconfiaram do uso de base pré-gravada. Mustaine, ironicamente, citou um possível erro do baterista Eric Singer:

Eu não acho que tenha qualquer coisa errada em usar recursos para as músicas e outros sons e tal se você não consegue apresentá-las ao vivo. [Agora], se você consegue tocá-las ao vivo e está sendo a porra de um preguiçoso, você viu o que aconteceu dias atrás com uma dessas grandes bandas, e o cantor… a fita começou e o baterista não estava tocando ou algo assim. Você provavelmente escutou alguma coisa sobre isso. Eu não lembro sobre quem era.

Provocou, né?

Dave Mustaine e sua capacidade de cantar

Na conversa realizada no início de Junho durante o Download Festival, o fundador do Megadeth ainda comentou que, hoje em dia, somente tenta alcançar em termos vocais o que consegue cumprir:

Eu sempre cantei os backing vocals nos nossos álbuns até uns dez anos atrás, quando chamamos outra pessoa para ajudar a complementar os vocais. Não gosto de cantar coisas que não consigo reproduzir no ao vivo. Eu canto nos álbuns o máximo possível do que posso cantar ao vivo.

Será que Dave também quis alfinetar Jon Bon Jovi e Axl Rose, ambos envolvidos em polêmicas sobre problemas vocais no palco?

LEIA TAMBÉM: Disfarçado, Dave Mustaine entrega palhetas para crianças antes de show do Megadeth

NOTÍCIAS MAIS QUENTES no RESUMO DA SEMANA

Fique por dentro das notícias mais quentes do mundo da música, bem como dos lançamentos nacionais, ouvindo o Resumo da Semana, programa do Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!

 

Compartilhar