WikiCommons

Quando se trata dos irmãos Cavalera, o assunto sobre uma possível reunião do Sepultura sempre será pauta. Durante uma nova entrevista ao Mike Nelson Show (via WikiMetal), o baterista Iggor Cavalera revelou que pensa em apenas uma coisa quando se trata de unir a banda:

Tenho que ser honesto com você, cara. Na minha opinião, a verdadeira reunião sou eu e meu irmão. Sabe, ele é a pessoa com quem quero estar unido. Pra mim, se as outras coisas [com o Sepultura] não acontecerem, não ficarei muito chateado, sabe.

Ele pontua dizendo que sim, “seria maravilhoso” ter um reencontro com todos os integrantes, mas de acordo com ele, a reunião mais importante já aconteceu. “Apenas eu e meu irmão juntos, isso que me faz feliz”, falou referindo-se a Max Cavalera, co-fundador do Sepultura.

Os dois, claro, têm alguns projetos juntos e recentemente anunciaram uma turnê conjunta para celebrar os 25 anos do lendário disco Roots. Veja mais informações sobre por aqui.

Iggor Cavalera e reunião do Sepultura

Max deixou o Sepultura em 1996 por diferenças artísticas. Na época, o músico falou com a Roadie Crew e revelou ter ficado muito mal com a situação toda.

“Os primeiros três meses foram uma depressão total”, revelou o músico. “Eu não queria tocar, estava muito desapontado com a coisa toda. É como se você trabalhasse toda a sua vida para chegar no seu objetivo, e depois, sabe, eu não tinha mais a banda. Eu me senti desolado, totalmente sem esperança”.

Já seu irmão, Iggor, deixou a banda somente em 2006 pelo mesmo motivo. O fato ocorreu cinco meses depois que ele anunciou que estava dando um intervalo nas turnês para passar um tempo com a família.

NOTÍCIAS MAIS QUENTES no RESUMO DA SEMANA

Fique por dentro das notícias mais quentes do mundo da música, bem como dos lançamentos nacionais, ouvindo o Resumo da Semana, programa do Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!