Andy Fletcher, do Depeche Mode
Crédito: Instagram @depechemode

Um mês após a triste notícia sobre Andy Fletcher, o Depeche Mode emitiu um comunicado oficial sobre a causa da morte do cofundador da banda aos 60 anos de idade.

De acordo com Martin Gore e Dave Gahan, o tecladista e DJ teve uma dissecção aórtica em casa no dia 26 de Maio, e infelizmente não pôde ser socorrido a tempo.

Segundo o site do Dr. Drauzio Varella, a dissecção de aorta “é uma emergência médica caracterizada por uma lesão na parede interna da artéria aorta, que se inicia no coração e termina na quarta vértebra lombar e é a maior e mais importante do sistema circulatório, de onde partem praticamente todas as artérias que irrigam nosso organismo. A lesão permite que o sangue invada as camadas mais internas da aorta, forçando um caminho que separa a camada mais interna da camada média.”

Por lá, o quadro mais grave é descrito em detalhes:

Essa condição pode diminuir a irrigação em determinados órgãos ou, nos casos mais extremos, provocar o rompimento da camada mais externa, o que leva a hemorragia e constitui um quadro grave que precisa de atendimento imediato.

Causa da Morte de Andy Fletcher

Em seu comunicado, os membros remanescentes do Depeche Mode falaram que Andy não sofreu, e afirmaram:

Gostaríamos de ter um momento para agradecer a quantidade de amor pelo Andy que vimos a partir de todos vocês durante as últimas semanas. É incrível ver todas as suas fotos, ler as suas palavras e ver quanto Andy significava para todos vocês. Como vocês podem imaginar, as últimas semanas têm sido estranhas, tristes e desorientadoras, para dizer o mínimo. Mas nós vimos e sentimos todo seu amor e apoio, e sabemos que a família do Andy também.

Há algumas semanas recebemos o resultado dos legistas, e a família de Andy pediu para que a gente compartilhasse tudo com vocês agora. Andy sofreu uma dissecção aórtica em casa no dia 26 de Maio. Então apesar de ter sido muito, muito cedo, ele nos deixou de forma natural e sem um sofrimento prolongado.

Fizemos uma celebração pela vida de Andy em Londres na semana passada, que foi uma bela cerimônia e um encontro com algumas lágrimas, mas recheada de grandes lembranças de quem Andy foi, com histórias de todos os nossos encontros juntos, e algumas boas risadas. Andy foi celebrado em um local cheio de seus amigos e familiares, a nossa família imediata do Depeche Mode e tantas pessoas que tocaram a vida do Andy e as nossas vidas ao longo dos anos. Estarmos todos juntos foi uma maneira muito especial de nos lembrarmos de Andy e nos despedirmos.

Então muito obrigado por todo amor que vocês mostraram a Andy e sua família e amigos nas últimas semanas. Honestamente, significa muito para todos nós. Andy, sentiremos sua falta, mas você certamente nunca será esquecido.

Amor, Martin & Dave.

Belas palavras!

NOTÍCIAS MAIS QUENTES no RESUMO DA SEMANA

Fique por dentro das notícias mais quentes do mundo da música, bem como dos lançamentos nacionais, ouvindo o Resumo da Semana, programa do Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!

 

Compartilhar