Nickelback, Avril Lavigne, Pink e mais músicas que completaram 20 anos sem você perceber

Ah, o tempo… rápido quando queremos que ele passe devagar e devagar quando queremos que ele seja rápido. É difícil discordar disso, mas se você quiser, a gente te prova essa verdade usando a música.

O ano de 2002 parece ter sido ontem, mas já se passaram 20 anos desde que clássicos como Let Go, de Avril Lavigne, foram lançados e dominaram as paradas mundiais. Aliás, já se passaram até mais do que duas décadas exatas desde que o mundo ganhou hits de bandas como Linkin Park The Calling, que marcaram época.

Aqui no Brasil, claro, não é diferente. Ainda ouvimos “Festa”, de Ivete Sangalo, o tempo todo, então você provavelmente nem percebeu que já se passaram (mais de) 20 anos desde que essa icônica canção chegou aos nossos ouvidos pela primeira vez.

Para te ajudar a sentir aquela fisgada na coluna, o TMDQA! separou 15 músicas, entre nacionais e internacionais, que já completaram 20 anos e você nem percebeu. Vem com a gente!

Nickelback – “How You Remind Me”

Começamos essa lista falando sobre a música que liderou as paradas mundiais (!) em 2002. O hit do Nickelback, que foi lançado em 2001 como parte do disco Silver Side Up, entregou um Rock um pouco mais palatável do que o Nu Metal, que dominava as rádios até então.

Linkin Park – “In the End”

Falando em Nu Metal, não dá para deixar o Linkin Park de fora dessa. A banda de Chester Bennington lançou sua estreia, Hybrid Theory, no ano 2000 — ou seja, você piscou e “In the End” já tem mais de 20 anos de idade. Se prepare, porque ano que vem já é o aniversário de Meteora.

Ivete Sangalo – “Festa”

Não podemos esquecer dos grandes hits brasileiros, e foi em 2001 que a gloriosa Ivete Sangalo lançou o mega hit “Festa”, presença carimbada em tantos lugares até hoje, de eventos esportivos ao Carnaval.

The Calling – “Wherever You Will Go”

Presença constante nas rádios e nas programações de clipes na TV, o hit do álbum Camino Palmero, também lançado em 2001, pode muito bem ser a canção mais popular dessa lista. Quem é que nunca cantou junto aquele I’ll go wherever you will go…?

Avril Lavigne – “Complicated”

Se nos últimos anos temos visto um revival do Pop Punk, a rainha original Avril Lavigne fez sua estreia com o disco Let Go em 2002. Completando exatamente 20 anos agora, o trabalho certamente é uma grande influência deste movimento de resgate que vivemos atualmente, e “Complicated” foi o primeiro sucesso da canadense.

Titãs – “Epitáfio”

Já depois do que foi considerado seu auge, o Titãs conseguiu um dos maiores hits de sua carreira com a belíssima “Epitáfio”, que fez parte do disco A Melhor Banda de Todos os Tempos da Última Semana, de 2001.

Jimmy Eat World – “The Middle”

Depois de diversas polêmicas que relacionaram o disco Bleed American (2001) ao atentado de 11 de Setembro, o Jimmy Eat World conseguiu ficar longe dos holofotes negativos e transformou “The Middle” em um clássico, mesmo pra quem não acompanhou tanto a cena Emo.

Creed – “My Sacrifice”

Adorado por uns, odiado por outros, o Creed sempre foi uma banda divisora. No entanto, até mesmo aqueles que não são grandes fãs devem saber a letra de “My Sacrifice”, música que foi um dos grandes marcos dos anos 2000 — sim, já se foram 20 anos desde os anos 2000.

LS Jack – “Carla”

O LS Jack foi um daqueles fenômenos que só os anos 2000 podiam nos proporcionar. A banda tinha todos os elementos que fabricavam um hit naquela época e, neste caso, o sucesso em questão foi a inesquecível “Carla”. Ai de quem teve esse nome no início do novo milênio…

Eminem – “Lose Yourself”

A gente pode apelar um pouquinho? Porque olha só: há 20 anos, não era nem como se Eminem estivesse dando seus primeiros passos de carreira. Na realidade, o rapper já estava tão consagrado que lançou um filme biográfico, o icônico 8 Mile, e por lá eternizou um de seus maiores sucessos com “Lose Yourself”, que virou uma música de hype até hoje.

Shakira – “Whenever, Wherever”

Falando em alguém que já estava na ativa há algum tempo em 2002, Shakira já tinha uma baita trajetória quando nos presentou com “Whenever, Wherever”, que passou aquele ano sendo um dos grandes hits do mundo todo.

Rouge – “Ragatanga”

Um dos primeiros experimentos de sucesso dos reality shows de música, o Rouge é eterno na música brasileira e o tal “asereje” virou frase de uso popular, se transformando até em bordão esportivo. O tempo voa…

John Mayer – “Neon”

Talvez uma das adições mais surpreendentes dessa lista, o disco Room for Squares foi lançado por John Mayer em 2001 e rendeu alguns outros hits maiores, mas “Neon” acabou se tornando marca registrada do músico. Nem parece que ele já está há tanto tempo assim na estrada, né?

P!nk – “Get the Party Started”

Entre tantos hits que colocamos por aqui, não podia faltar este! “Get the Party Started” é queridíssima por muitos e ajudou a impulsionar a carreira de P!nk, que segue lotando shows e fazendo apresentações incríveis por onde passa.

Kelly Key – “Baba”

Pra fechar a lista, mais um clássico brasileiro que caiu no uso popular. Afinal, quem é que nunca mandou — ironicamente ou não — um “baba, baby” numa conversa do dia-a-dia?

NOTÍCIAS MAIS QUENTES no RESUMO DA SEMANA

Fique por dentro das notícias mais quentes do mundo da música, bem como dos lançamentos nacionais, ouvindo o Resumo da Semana, programa do Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!

 

Compartilhar