Rob Halford
Foto: Flickr/Luis Blanco

O Hall da Fama do Rock and Roll revelou sua “turma” de 2022 e, mais uma vez, o Judas Priest foi uma ausência notável.

A comissão do evento anunciou que Eminem, Dolly Parton, Duran Duran, Eurythmics, Carly Simon, Lionel Richie e Pat Benatar serão introduzidos à aclamada instituição, mas isso não significa que a banda britânica, que estava em sua terceira nomeação para integrar o Hall, não tenha sido homenageada de alguma forma.

Conforme ficamos sabendo mais cedo, a lendária banda de heavy metal foi escolhida para receber o Prêmio de Excelência Musical, uma honraria concedida pela instituição no ano passado para Ozzy Osbourne, Randy Rhoads, LL Cool J e Billy Preston.

O fato de não ter entrada para a categoria principal da instituição não foi um problema para o frotman Rob Halford. Na verdade, o músico não conteve a alegria ao descobrir que sua banda seria homenageada e disse à Billboard que receber este prêmio é uma “bênção”. Ele declarou (via CoS):

É uma instituição muito, muito importante por reconhecer várias pessoas que estão na música desde o início da música, desde o início do Rock and Roll. Fazer parte disso é, tipo, uau. E glória aleluia, há outra banda de metal agora. Essa é a bênção que todos esperávamos.

Além do Judas Priest, neste ano, Jimmy Jam e Terry Lewis também receberão o mesmo prêmio.

Judas Priest e o Hall da Fama do Rock

Com mais de 50 anos de carreira, o Judas Priest foi muitas vezes escolhido na votação dos fãs do Hall da Fama, mas nunca chegou ao corte final para ser induzido à instituição.

Em 2020, o guitarrista Richie Faulkner ficou extremamente chateado após sua banda não ter sido escolhida para a “classe” daquele ano. Chegamos a compartilhar anteriormente algumas falas do músico que estava inconformado, como você pode conferir aqui.

Diversas outras bandas de Metal também já foram esnobadas pela instituição ao longo dos anos, e a história volta a se repetir neste ano com a ausência do Rage Against the Machine, preterido por nomes como Eminem, Lionel Richie e Carly Simon.

Apesar de tudo isso, Halford continuou celebrando a homenagem da instituição. Ainda em entrevista à Billboard, ele disse:

Isso é totalmente inesperado. É uma emoção muito grande ter isso. Eles realmente olham para você além da simples banda que você é. Eles realmente se aprofundam nesse álbum e naquele álbum, nessa música e nessa outra música. Acho que isso realmente valida o que sempre tentamos fazer.

Acho que valida a verdadeira aventura musical na qual o Judas Priest está desde ‘Rocka Rolla’. Somos uma banda que te leva para muitas dimensões diferentes do metal. Sempre nos consideramos uma banda de metal clássico, mas somos uma banda difícil de definir. Em um minuto podemos ser seu ‘Turbo Lover’ e então podemos ser seu ‘Painkiller’, e como é incrível para uma banda realmente buscar essas oportunidades dentro do gênero do heavy metal. Então eu acho que o reconhecimento da Excelência Musical é uma adição muito doce.

A cerimônia de indução do Hall da Fama do Rock and Roll 2022 acontecerá no Microsoft Theater em Los Angeles no dia 5 de novembro. Você pode ver a lista completa de indicados por aqui.

NOTÍCIAS MAIS QUENTES no RESUMO DA SEMANA

Fique por dentro das notícias mais quentes do mundo da música, bem como dos lançamentos nacionais, ouvindo o Resumo da Semana, programa do Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!