Max Cavalera e Iggor Cavalera com camisetas do Palmeiras

Muita gente pode até não saber, mas os irmãos Igor e Max Cavalera são torcedores bastante ilustres do Palmeiras. E, pelo menos uma vez na vida, essa afiliação com o alviverde foi bem útil para Max, enquanto este ainda era vocalista e guitarrista do Sepultura.

Foi lá em 1994, durante a apresentação da lendária banda brasileira no festival Hollywood Rock — o mesmo que, no ano anterior, havia recebido o polêmico show do Nirvana. Talvez por toda essa atenção voltada ao evento, Cavalera acabou sendo levado do local algemado por um episódio que nem ele sabe explicar tão bem.

De acordo com o músico, a plateia lhe deu uma bandeira do Brasil com o S do Sepultura, algo que é bastante comum de vermos nos shows do grupo. No entanto, ele saiu de lá acusado de ter desrespeitado o símbolo; inicialmente, ele conta, a acusação era de que ele havia pisado na bandeira, mas com o tempo surgiram rumores de que ele teria cuspido, vomitado e até urinado no objeto.

Sem entender muita coisa, Max foi conduzido à delegacia e conta que estava conversando com os policiais sobre a possibilidade de voltar pra casa ainda naquela noite quando foi questionado sobre seu time preferido. Ao se revelar palmeirense, o músico passou a ter um tratamento totalmente diferente — e acabou solto.

Você pode ouvir essa história completa nas palavras de Max pelo vídeo abaixo!

O dia em que Max Cavalera foi salvo da prisão pelo Palmeiras

NOTÍCIAS MAIS QUENTES no RESUMO DA SEMANA

Fique por dentro das notícias mais quentes do mundo da música, bem como dos lançamentos nacionais, ouvindo o Resumo da Semana, programa do Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!

 

Compartilhar