Cynthia Albritton, famosa groupie de astros do Rock, morreu aos 74 anos de idade
Reprodução / YouTube

Cynthia Albritton, artista plástica conhecida por fazer moldes de pênis de astros do Rock, faleceu aos 74 anos de idade.

A groupie que ficou famosa pelo nome Cynthia Plaster Caster nos deixou após lutar contra uma “longa doença” que não foi divulgada.

Em 2012, a artista nativa de Chicago compartilhou com a revista Rock Scene que estava na faculdade quando deu início ao seu hobby. Além disso, revelou que apesar de ser uma frequentadora regular de shows, inicialmente teve dificuldades em se apresentar aos artistas. Ela contou (via UCR):

Eu era uma garota tímida, inexperiente e virgem que queria transar com garotos britânicos fofos com cabelos compridos e calças apertadas. Mas eu não era experiente ou sedutora e a única maneira que eu poderia fazer para baixar os zíperes era de uma maneira engraçada e pateta.

Eu descobri isso quando eu era estudante de arte na faculdade e meu professor de arte me disse para fazer, como dever de casa, um molde de gesso de algo que ficasse sólido. Até então eu tinha ouvido falar que pênis ficavam duros, mas ainda não tinha visto isso acontecer.

E foi a partir desse momento que Albritton encontrou seu primeiro projeto. Ela lembrou:

Eu falei sobre o projeto com Mark Lindsay do Paul Revere and the Raiders, que estava na cidade naquela mesma noite. E ele ficou feliz em me ajudar com meu dever de casa, exceto que o material que meu professor de arte me disse para usar para causar a impressão negativa era areia e água, o que não seria propício para um estado sólido do pênis. Mas tudo bem, isso não é importante. O mais importante é que eu perdi minha virgindade com Mark Lindsay apenas como resultado de falar sobre isso.

Carreira de Cynthia Albritton

Depois de sua primeira experiência, Cynthia Plaster Caster começou uma relação única entre fandom de groupie e arte experimental que durou décadas.

Se tornando uma lenda do cenário musical, Albritton não nega que gostava de sua reputação e revelou que raramente tinha problemas para encontrar voluntários. Ela disse:

Naquela época, durante a revolução sexual, você tinha a obrigação social de mergulhar seu pau em algo novo e diferente. E tínhamos algo diferente para mergulhar.

Entre os artistas mais famosos que contribuíram com a arte de Cynthia estão nomes como Jimi Hendrix, Wayne Kramer do MC5, Pete Shelley do Buzzcocks e Gene Simmons do KISS.

Com o passar do tempo, Cynthia também incluiu em suas obras, que passaram de 100 peças, moldes de seios de estrelas femininas do Rock como Suzi Gardner do L7 e Karen O do Yeah Yeah Yeahs, além de genitais de cineastas e outros artistas. Sobre os escolhidos para seus trabalhos, ela disse uma vez:

Eu não gosto de ter favoritos. Eu amo todos eles. E todas as experiências foram igualmente emocionantes, estranhas e diferentes umas das outras.

Apesar do lendário Frank Zappa não ter feito parte de suas obras, ele e Albritton ficaram amigos e ele a ajudou a se mudar para Los Angeles para participar de uma exposição de arte.

Depois que seu apartamento foi roubado em 1971, Cynthia concordou em deixar seus moldes na cara do parceiro de negócios de Zappa, Herb Cohen, por segurança. Porém, isso se tornou um problema: em um conflito inusitado, Cohen se recusou a devolvê-los. O assunto terminou no tribunal e a artista recuperou todas, exceto três, de suas obras.

Cynthia Albritton e sua arte foram eternizada em diversas músicas, aliás, como na faixa “Plaster Caster”, do álbum Love Gun (1977), do KISS, e também em “Five Short Minutes”, de Jim Croce.

Que Cynthia descanse em paz.

NOTÍCIAS MAIS QUENTES no RESUMO DA SEMANA

Fique por dentro das notícias mais quentes do mundo da música, bem como dos lançamentos nacionais, ouvindo o Resumo da Semana, programa do Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!