Robert Plant (Led Zeppelin)
Foto via Wikimedia Commons

No novo episódio de seu podcast Digging Deep, Robert Plant brincou ao dizer que sua experiência longe dos holofotes lhe transformou no homem que aparece na capa do clássico disco Led Zeppelin IV, lançado em 1971.

O cantor, que passava férias na infância em um remota casa no País de Gales, havia retornado ao local junto com Jimmy Page no ano anterior ao lançamento daquele disco. Na época, eles estavam isolados em uma atmosfera sem eletricidade ou serviços locais e puderam se conhecer ainda mais.

As sessões de composição resultaram em muitas letras que vieram a integrar os álbuns futuros da banda e deram um novo direcionamento que pôde ser ouvido em Led Zeppelin III (1970).

No episódio mais recente do podcast, Plant disse (via UCR):

Eu estava dentro daquilo de qualquer forma. Estava legal; era muito bom. Era um lugar lindo e tudo aquilo fazia parte da experiência. Você está lá por uma razão e está focado, então, tudo aquilo se soma — a ideia de sair e voltar com gravetos.

Na verdade, o velho homem que aparece na capa de ‘Zeppelin IV’… Agora eu sou aquele cara! Eu recolho gravetos em todos os lugares que eu vou e junto todos em um rolo e amarro às minhas costas só para o caso de que alguém surja dirigindo por ali, e eles dizem, ‘Aquele é o cara da capa do disco ‘Led Zeppelin IV’!’

Relembre a capa de “Led Zeppelin IV” e ouça o podcast de Robert Plant a seguir ou no YouTube!

LEIA TAMBÉM: As 8 músicas que Robert Plant levaria para uma ilha deserta

NOTÍCIAS MAIS QUENTES no RESUMO DA SEMANA

Fique por dentro das notícias mais quentes do mundo da música, bem como dos lançamentos nacionais, ouvindo o Resumo da Semana, programa do Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!

 

Compartilhar