Will Smith
Foto via Wikimedia Commons

Na tarde desta sexta-feira (8), a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas anunciou o banimento de Will Smith da premiação do Oscar por dez anos.

A punição chegou quase duas semanas depois da confusão entre o vencedor da categoria de Melhor Ator em 2022 por King Richard: Criando Campeãs e Chris Rock, que terminou com Will subindo ao palco de cerimônia para acertar um tapa na cara do colega de profissão.

Apesar de ser cabível uma condenação pelo comportamento impulsivo de Will, o fato da Academia nem ter citado a piada de mau gosto que Chris Rock fez sobre Jada Pinkett Smith causou revolta nos internautas. Muitos pediam que Chris fosse punido assim como Smith foi, no entanto, nada disso aconteceu.

“A pior parte da carta da Academia citando as sanções ao Will Smith é o agradecimento ao Chris Rock. Fico pensando se existiria algum tipo de sanção se o tapa não tivesse acontecido. A resposta é não. E se a intenção é manter a integridade pós #MeToo, tem muita gente pra banir,” defendeu uma usuária do Twitter, lembrando o movimento feminista que revolucionou a forma como a indústria de Hollywood se comporta em relação ao assédio e conduta moral.

Também no Twitter, outro usuário acusou a Academia de incentivar agressões psicológicas:

Will Smith ser punido pela academia e o Chris Rock não sofrer nada além de um tapa depois de ofender uma mulher com uma condição adversa, mostra que a agressão psicológica não só é permitida como incentivada.

Prevejo boicotes no Oscar 2023. Tomara!

Confira mais reações dos internautas ao final da matéria.

Will Smith pode ser indicado ao Oscar nas próximas edições

A decisão da Academia do Oscar por banir Will Smith não impede que o ator seja indicado novamente nas próximas edições do prêmio. O banimento de Will também não exige que a estatueta conquistada por ele neste ano seja devolvida.

No entanto, apesar de seu pedido de desculpas a Chris, a exclusão de Smith das cerimônias do Oscar mancha sua carreira. Como informou o The Hollywood Reporter, Will deu breve declaração logo após o anúncio de seu banimento da maior premiação de cinema no mundo. “Aceito e respeito a decisão da Academia,” disse o ator após ser notificado.

Roman Polanski e outros banidos do Oscar

Will Smith é banido do Oscar por 10 anos após tapa em Chris Rock

É evidente que o tapa de Will Smith em Chris Rock parece muito pequeno quando comparado a outros episódios em que a Academia optou por banir profissionais do setor, na maioria, envolvidos em episódios de assédio sexual e até mesmo estupro.

Esse é o caso do diretor Roman Polanski, que apenas longas décadas depois foi banido do Oscar, embora tenha se declarado culpado em 1977 por estuprar Samantha Geimer em Los Angeles quando esta tinha somente 13 anos.

Muito tempo se passou até que a Academia finalmente decidiu banir o cineasta francês, o que aconteceu em 2004, quando o Oscar também puniu Bill Cosby, ator e humorista que foi condenado após décadas de denúncias de estupro movidas por mais de 40 mulheres.

Roman chegou a processar a Academia em 2019 por tê-lo expulsado da premiação. Bem antes disso, ele ainda ganhou o Oscar de Melhor Diretor por O Pianista, de 2002. Polanski, inclusive, acumulou cinco indicações ao prêmio na carreira.

Outro nome poderoso de Hollywood que também foi banido do Oscar é Harvey Weinstein, famoso produtor de cinema que nas décadas anteriores estava envolvido com boa parte do que era produzido pelo mercado americano.

O banimento de Weinstein só aconteceu em 2017 após inúmeras denúncias de mulheres do cinema que desencadearam justamente o movimento MeToo. Harvey foi condenado a 23 anos de prisão pelos crimes de abuso sexual e estupro.

LEIA TAMBÉM: Will Smith tem dois filmes suspensos após tapa em Chris Rock no Oscar

NOTÍCIAS MAIS QUENTES no RESUMO DA SEMANA

Fique por dentro das notícias mais quentes do mundo da música, bem como dos lançamentos nacionais, ouvindo o Resumo da Semana, programa do Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!

 

Compartilhar