Pianista tenta aliviar tensão na fronteira da Ucrânia com a Polônia; veja
Reprodução / Instagram

Em meio ao conflito entre Rússia e Ucrânia, um pianista teve uma atitude inspiradora.

Davide Martello decidiu ir até Medyka, onde está a principal fronteira entre a Ucrânia e a Polônia, para recepcionar os refugiados ucranianos e tentar aliviar o clima tenso do local que está servindo como um amplo posto de ajuda para aqueles que estão deixando seu país.

Para que isso fosse possível, o músico colocou seu gato no carro, pegou seu piano de cauda, que foi adaptado para que ele pudesse transportá-lo com facilidade, e começou uma longa viagem de 15 horas de sua casa na Alemanha.

Em conversa com o portal npr, Martello apontou que, desde que chegou há algumas semanas, já viu o posto e suas necessidades crescerem. Ele disse:

As pessoas que chegam precisam de comida, precisam de roupas.

Segundo as Nações Unidas, mais de 3 milhões de pessoas deixaram a Ucrânia desde o início da invasão comandada pelo presidente russo Vladimir Putin. No início desta semana, cerca de 2 milhões de pessoas haviam entrado na Polônia.

Pianista na fronteira da Ucrânia

Enquanto voluntários distribuíam chá, comida, roupas e produtos de higiene pessoal, Davide Martello fornecia música.

Com um repertório de canções suaves, incluindo “Let It Be” dos Beatles e “Hallelujah” de Leonard Cohen, as pessoas se reúnem ao redor do pianista para o ouvirem tocar. Sobre sua ação, ele declarou:

Nós, pessoas, somos basicamente feitos de emoções. Somos pensadores. Se pensarmos apenas negativo, isso nos afeta. Nossa saúde, qualquer outra coisa. Precisamos permanecer positivos. Precisamos tentar pensar positivo.

Martello descreveu ao npr a experiência como “especialmente emocionante”. Em uma ocasião, cujo vídeo ele disponibilizou em sua conta do Instagram, uma senhora segurou um cobertor sobre a cabeça do pianista enquanto ele tocava para protegê-lo da neve que caía. Sobre isso, ele comentou:

Ela estava cantando comigo, ao meu lado, com o cobertor em mim, e estava nevando. Foi um momento louco.

O músico disse que ainda não tem planos de partir e expressou seu desejo de que tivessem mais músicos no posto para ajudá-lo nessa missão de espalhar positividade.

Ajudas a refugiados na Ucrânia

Nesta semana ainda compartilhamos com você os relatos da atriz que interpretou a “garota do casaco vermelho” em uma das cenas mais emblemáticas do filme A Lista de Schindler.

A polonesa Oliwia Dabrowska também está ajudando os refugiados da Ucrânia e estava coordenando um grupo de voluntários que recebe os ucranianos que chegam à fronteira polonesa. Saiba mais aqui.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by NPR (@npr)

NOTÍCIAS MAIS QUENTES no RESUMO DA SEMANA

Fique por dentro das notícias mais quentes do mundo da música, bem como dos lançamentos nacionais, ouvindo o Resumo da Semana, programa do Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!

 

Compartilhar