IDLES no Lollapalooza Brasil
Foto por Stephanie Hahne / TMDQA!

Uma das bandas mais aguardadas da edição 2020 do Lollapalooza Brasil, o IDLES finalmente fez sua estreia no país com bastante atraso e com um cenário completamente diferente do que encontraria há 2 anos.

Naquela ocasião, o grupo estava surfando na onda do disco Joy as an Act of Resistance. e era tratado como um dos nomes mais quentes da nova onda do Rock; desde então, diversas polêmicas surgiram, os álbuns mais recentes — Ultra Mono (2020) e Crawler (2021) — não convenceram tanto e a banda perdeu um pouco do status de queridinha.

IDLES no Lollapalooza Brasil
Foto por Stephanie Hahne / TMDQA!

Nada disso pareceu fazer diferença neste domingo, entretanto. A poderosa e caótica performance do grupo tomou conta do palco do festival, fazendo com que o público se dividisse entre rodinhas Punk, olhares de apreciação e, claro, alguns de confusão — provavelmente daqueles que esperam as próximas atrações.

IDLES no Lollapalooza Brasil

O vocalista Joe Talbot é um show à parte, com uma mistura de carisma com intimidação bem comum a grandes ícones da música. Um exemplo disso é quando, praticamente aos gritos, homenageou o grande Taylor Hawkins — e o fez diversas vezes durante o show, berrando o nome do saudoso baterista do Foo Fighters em meio às suas danças e performances.

IDLES no Lollapalooza Brasil
Foto por Stephanie Hahne / TMDQA!

De fato, os grandes pontos altos são as canções mais antêmicas como a ótima “Danny Nedelko”, que ganhou até uma adaptação para citar o Brasil — “my best friend is Brazilian”, cantou Talbot no segundo verso da faixa que pede, basicamente, o fim da xenofobia.

Além dessa, “Rottweiler” também levou o público à loucura tanto por ser uma das maiores pancadas do grupo quanto pela dedicatória de Joe antes de começar a tocá-la: “essa é uma canção anti-fascista para pessoas anti-fascistas”.

IDLES no Lollapalooza Brasil
Foto por Stephanie Hahne / TMDQA!

Ainda que o show definitivamente não seja para qualquer um, o caos levado pelo IDLES ao palco é algo bastante diferente, que provavelmente não era visto em um festival desse porte desde a passagem do The Flaming Lips pelo Lolla em 2013. Se a ideia é ter um evento cada vez mais plural musicalmente, a escolha foi certeira, ainda que divisiva.

Um detalhe interessante é a inclusão de algumas músicas diferentes no setlist da apresentação, se diferenciando do recente show que aconteceu no festival Estéreo Picnic, da Colômbia. Você pode ver todos os detalhes disso logo abaixo.

Setlist do IDLES no Lollapalooza Brasil

  1. Colossus
  2. Car Crash
  3. Mr. Motivator
  4. Grounds
  5. Mother
  6. Divide and Conquer
  7. Love Song (com trecho de “Nothing Compares 2 U”, de Sinéad O’Connor; “Wonderwall”, do Oasis; “Let’s Make Love and Listen to Death From Above”, do Cansei de Ser Sexy; “Reunited”, de Peaches & Herb e “All I Want for Christmas Is You”, de Mariah Carey)
  8. Never Fight a Man with a Perm
  9. I’m Scum
  10. Crawl!
  11. Samaritans
  12. Danny Nedelko
  13. Rottweiler

NOTÍCIAS MAIS QUENTES no RESUMO DA SEMANA

Fique por dentro das notícias mais quentes do mundo da música, bem como dos lançamentos nacionais, ouvindo o Resumo da Semana, programa do Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!

 

Compartilhar