Mateus Carrilho no clipe de FAZ FUMAÇA
Foto: Atemporalboy

Por Beatriz Vaccari

Ícone do brega funk e do pop brasileiro, Mateus Carrilho tem tudo para tornar 2022 um capítulo importante em sua história. Prestes a lançar seu novo disco de trabalho, o cantor solo dividiu com os fãs o single “Faz Fumaça”, que antecipa um pouco da nova fase que está prestes a adentrar em sua carreira. Contudo, esse próximo álbum de estúdio marca muito mais do que apenas 10 faixas inéditas em sua discografia.

“Vai ser o momento mais importante da minha carreira até então”, explica Carrilho ao TMDQA! sobre a importância desse próximo disco:

Desde que eu fiquei solo, fui experimentando coisas na minha carreira, então acho que tô num momento muito maduro, cheguei num ponto que eu definitivamente entendi o que eu queria.

Foi no meio de tantas experimentações e, é claro, muita bagagem em sua vida artística que vem desde a Banda Uó, que Mateus Carrilho compôs seu repertório para o próximo trabalho. Uma das principais características que o próprio cantor aponta é justamente a abordagem emocional e intimista em algumas canções do próximo álbum, que tiraram-no de sua zona de conforto.

“Depois de ter passado por tanta coisa, esse álbum representa tudo o que eu sou e o que eu gosto de fazer artisticamente”, comenta o artista solo.

Aqui eu apresento várias nuances, conto outras histórias, e por isso eu acho que vai ser uma mudança na minha vida. Eu ouvi tudo, mexi muito e cheguei em 10 faixas das quais eu me orgulho muito e vão contar isso.

Novidades de Mateus Carrilho

Mateus Carrilho
Foto por João Arraes

Para os fãs, Mateus descreve seu próximo trabalho como uma síntese de sua essência com várias surpresas. “É um disco pop, mas tem um lado maduro bem mais forte”, explica, referindo-se à quantidade de composições de cunho pessoal na lista de faixas.

“Minha arte normalmente tinha outras narrativas, histórias que vivenciei de fora. Eu sempre gostei de trabalhar com o lúdico, isso sempre fez parte das minhas composições e agora eu dou lugar a um momento que eu quero falar de mim.”

Além de tudo, o público também pode esperar a identidade sonora já familiar de Carrilho no álbum. “É um disco bem brasileiro”, adianta. “Artisticamente, essa sempre foi a minha onda: há 10 anos, eu tava lançando um disco que tinha tecnobrega, forró, reggaeton… é diferente, mas é o Mateus que todo mundo conhece. Acho que eu tô sendo muito sincero comigo mesmo.”

“Faz Fumaça”

O escolhido para introduzir o público a essa mais nova fase da carreira de Mateus Carrilho foi o single “Faz Fumaça”, que segundo ele, surgiu de maneira bem despretensiosa. “Foi uma das últimas músicas que eu compus”, relembra o cantor.

“Faz Fumaça” ainda foi escolhida para marcar presença no período de carnaval, embora o Brasil não contou com blocos de rua pelo segundo ano consecutivo. Para Carrilho, é uma época importante que celebra a diversão, e olhando de uma maneira mais emocional, o single acabou o escolhendo justamente nesse período.

“Ela tem uma narrativa, um romance”, explica. O cantor ainda pontua que a canção gera bastante identificação por falar do sentimento de querer ir a um lugar e encontrar motivo para aquilo. “Apesar de ser extrovertida, acho que a letra é romântica.”

O clipe, que acompanhou a faixa, traz a mesma energia da canção — e tudo feito de maneira proposital, relembrando o trabalho de Carrilho no início de sua carreira. Vindo de um momento de colaborações com Gloria Groove e Mc Drika, o cantor optou por uma abordagem menor, mais familiar e intimista.

Eu trouxe produções bem grandes ultimamente. Essa música me soava muito mais familiar, um churrasco com amigos, um esquenta na casa de alguém, ela tem muito esse sentimento de reunir os amigos e eu quis exatamente sintetizar isso.

Eu queria sair daquela luz publicitária em termos de fotografia e trazer uma característica mais caseira. Algo que remetesse outra linguagem, porque foi assim que eu comecei fazendo clipes.

Próximos passos

Mateus Carrilho já voltou a fazer shows, mas promete uma apresentação inédita para os fãs quando lançar o novo disco. “Esse show de retorno já é novo, já com Pancada e Noite de Caça, mas assim que o disco sair já vai ter um show inédito. Se tem algo que é delicioso é lançar um disco e sair em turnê pra cantar esse disco.”

Além disso, ele adianta que, ao que tudo indica, os fãs poderão conferir um feat no novo trabalho. “Não posso falar nada porque não quero estragar a surpresa”, conta o cantor, ainda adicionando que no novo trabalho serão 10 faixas completamente inéditas, incluindo o single “Faz Fumaça”.

Para finalizar, ele conclui que “2022 vai ser quente e com muita novidade, espero que seja um ano transformador pra mim.”

Você pode ouvir “Faz Fumaça” na playlist TMDQA! Charts, tanto na Deezer quanto no Spotify.

NOTÍCIAS MAIS QUENTES no RESUMO DA SEMANA

Fique por dentro das notícias mais quentes do mundo da música, bem como dos lançamentos nacionais, ouvindo o Resumo da Semana, programa do Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!

 

Compartilhar