Sting
Crédito: reprodução

Neste domingo (6), Sting publicou em sua conta no Instagram um vídeo de uma nova versão de “Russians”, canção que aparece em seu disco solo de estreia, The Dream of the Blue Turtles (1985).

Na legenda da postagem, o ex-líder do The Police revelou que foi motivado a tocar a música em função da guerra que acontece atualmente entre Rússia e Ucrânia:

Eu raramente cantei essa música ao longo dos anos desde que foi escrita, porque nunca pensei que seria relevante novamente. A canção é, mais uma vez, um apelo pela humanidade. Para os bravos ucranianos que lutam contra essa brutal tirania e também para os muitos russos que protestam contra essa indignação, apesar da ameaça de prisão. Nós, todos nós, amamos nossos filhos. Parem a guerra.

Sting, “Russians” e armas nucleares

Na letra de “Russians”, Sting alerta sobre os perigos causados pelo uso de armas nucleares em conflitos militares e cita, inclusive, Robert Oppenheimer, físico americano considerado “o pai da bomba atômica”.

Gravada em estúdio no formato acústico, a versão traz o cantor acompanhado apenas por um músico que toca violoncelo e chega em apoio à Help Ukraine, iniciativa que convoca ajuda humanitária para um posto de arrecadação na fronteira ucraniana na Polônia.

Bela iniciativa, né?

Confira a seguir a nova versão de “Russians” feita por Sting e também a original!

LEIA TAMBÉM: Eddie Vedder toca clássico do The Police ao lado de Stewart Copeland; confira

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por STING (@theofficialsting)

NOTÍCIAS MAIS QUENTES no RESUMO DA SEMANA

Fique por dentro das notícias mais quentes do mundo da música, bem como dos lançamentos nacionais, ouvindo o Resumo da Semana, programa do Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!

 

Compartilhar