Emicida no Rock In Rio 2019
Foto por Marta Ayora / TMDQA!

Emicida usou o Twitter para se pronunciar sobre a situação vergonhosa envolvendo Arthur do Val, o “Mamãe Falei”, do MBL.

Em sua postagem, o rapper brasileiro relembrou a relação do movimento com outro episódio polêmico dos últimos dias: a participação de Kim Kataguiri no Flow Podcast, onde surgiram os comentários sobre a criação de um partido nazista no Brasil que levaram à demissão de Monark do programa.

Caso você não esteja acompanhando, o episódio recente envolveu a visita de Arthur do Val à Ucrânia, supostamente para cobrir in loco a guerra entre o país e a Rússia. A atitude foi elogiada por nomes como Sergio Moro, até que vazaram áudios de Arthur para um grupo de amigos onde ele objetificava as mulheres ucranianas e dizia absurdos como, por exemplo, que elas eram “fáceis por serem pobres”.

Sobre tudo isso, Emicida escreveu no Twitter:

O MBL desse comédia que desrespeita mulheres vulneráveis em meio à situação de guerra na Ucrânia é aquele mesmo do outro comédia que achava errado a Alemanha ter criminalizado nazismo a uns dias atrás? [sic]

Enquanto esses merda tiver relevância [sic], 7 a 1 vai ser rotina. Só derrota.

A postagem foi finalizada com um emoji de dedo do meio, como você pode conferir abaixo.

Emicida fala sobre polêmica de Arthur do Val, do MBL

NOTÍCIAS MAIS QUENTES no RESUMO DA SEMANA

Fique por dentro das notícias mais quentes do mundo da música, bem como dos lançamentos nacionais, ouvindo o Resumo da Semana, programa do Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!