Pearl Jam e Mötley Crüe

Nos últimos dias, você deve ter visto a (mini?) treta entre Pearl Jam e Mötley Crüe circulando por aqui.

Tudo começou porque Eddie Vedder falou em uma entrevista sobre como achava a banda Glam muito “vazia”, afirmando com todas as letras que “odiava” o grupo e “a imagem que passava”. Pouco depois, Nikki Sixx respondeu essas acusações chamando o Pearl Jam de “uma das bandas mais chatas da história”.

É claro que, com tudo isso rolando, o assunto veio à tona em uma entrevista recente do guitarrista Stone Gossard com um podcast da Revolver (via Alternative Nation). Quando a apresentadora pediu para ele se posicionar, Gossard mostrou um tom mais ameno:

Sabe, com certeza, o Jeff [Ament] e o Mike [McCready] e eu AMÁVAMOS o Hard Rock, nós passamos por tudo isso. Eu comprei os primeiros discos do Mötley Crüe [lançados] pela Leathür [própria gravadora do grupo]. Eu achava que era, na época, era algo meio Punk. Tinha aquela mesma — era tipo o Motörhead, e…

Havia algumas coisas sobre isso que eu estava descobrindo — sabe, o Hard Rock britânico — que também pareciam ser, na época, rebeldes ou contra a norma ou algo do tipo, que fazia com que eu me interessasse por isso. E eu sempre gostei de coisas pesadas, então…

Será que agora vai todo mundo ser amigo?!

Pearl Jam, Eddie Vedder e Mötley Crüe

Em tempo, é importante ressaltar que a resposta de Vedder às provocações de Nikki Sixx foi bem diferente do seu companheiro de banda.

O vocalista aproveitou um momento de um de seus shows solo, nos quais vem apresentando seu recém-lançado disco Earthling, para dar uma cutucada cheia de classe nos ídolos do Hard Rock. Veja por aqui.

NOTÍCIAS MAIS QUENTES no RESUMO DA SEMANA

Fique por dentro das notícias mais quentes do mundo da música, bem como dos lançamentos nacionais, ouvindo o Resumo da Semana, programa do Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!