Meat Loaf tocando guitarra
Foto por Ben Sutherland

O icônico músico e ator Meat Loaf faleceu no último dia 20 de Janeiro aos 74 anos de idade e novas especulações sobre a causa de sua morte estão surgindo.

Como comentamos anteriormente aqui, apesar da família do artista não ter confirmado, sites como o TMZ reportarem que Loaf teria falecido por conta da COVID-19.

Agora, além do portal, o aclamado radialista americano Howard Stern está apontando que a morte do artista aconteceu por sua suposta postura contra o uso de máscaras e das vacinas, afirmando que “Meat Loaf foi sugado por algum culto estranho”.

Meat Loaf e a COVID-19

Durante a pandemia do coronavírus, Meat mostrou ser contra algumas medidas de segurança que poderiam evitar a contaminação da doença. Em uma entrevista ao Pittsburgh Post-Gazette, em Agosto de 2021, o ator declarou (via CoS):

[Máscaras faciais] não fazem nada. Eles não impedem você de pegar COVID. São apenas um incômodo e fazem seu nariz coçar e fazem com que você não consiga respirar.

As únicas máscaras boas são a N95. Mas nós compramos uma, e era tão mal feita, as alças eram tão curtas, que davam para uma criança. Então tivemos que entrar no avião com as máscaras de papel e na volta, pegamos um nazista: ‘Coloque sua máscara agora!’ Eles estão loucos por poder agora.

Após o entrevistador responder que as pessoas estão “sendo controladas por todos”, Meat acrescentou:

Sim, eu sei. Mas eu não. Se eu morrer, eu morro, mas não vou ser controlado.

Howard Stern se posiciona

Em seu programa de rádio, o apresentador Howard Stern fez alguns comentários sobre o falecimento de Meat Load. Ele disse:

O pobre Meat Loaf foi sugado por algum culto estranho. E de alguma forma realmente acreditou nisso – ele fez uma declaração: ‘Prefiro morrer um homem livre do que tomar essa vacina’. E agora ele está morto!

Como indica o CoS, na fala de Meat Loaf ele não usou a palavra “vacina”, como Stern fez referência, e até o momento, não se sabe se o ator foi vacinado ou não.

Morte de Meat Loaf

Mesmo assim, o radialista implorou à família do cantor para que ela se manifeste a favor das vacinas contra a COVID:

Gostaria que a família se apresentasse e dissesse: ‘Sabe, quando Meat Loaf estava deitado lá no hospital e ele não conseguia respirar, ele disse: ‘Cometi um erro, deveria ter tomado a vacina’. Como todos esses anti-vacinas, dizem após se contaminar: ‘Eu cometi um erro’.

O saudoso Meat Loaf foi um convidado frequente no programa de Stern. Recentemente, o apresentador compartilhou algumas de suas memórias do ator e você pode conferir esse momento, em inglês, no vídeo abaixo.

NOTÍCIAS MAIS QUENTES no RESUMO DA SEMANA

Fique por dentro das notícias mais quentes do mundo da música, bem como dos lançamentos nacionais, ouvindo o Resumo da Semana, programa do Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!