Fotos: Wikimedia Commons

Morrissey parece ter perdido a paciência com seu ex-colega de The Smiths, Johnny Marr, e pediu para que o músico não cite mais seu nome durante entrevistas.

Marr tem participado de uma série de conversas para divulgar seu próximo álbum duplo, Fever Dreams Pt 1-4, previsto para ser lançado em Fevereiro, e como já esperado, em algum momento ele é questionado sobre seu antigo grupo de sucesso e também sobre o vocalista da banda.

Como já sabemos, apesar dos dois artistas ainda tocarem músicas dos Smiths em seus shows solo, eles não se dão bem há muitos anos e provavelmente nunca vão se reunir novamente para parcerias musicais.

Morrissey e Johnny Marr

Incomodado com as colocações de Johnny Marr, Morrissey publicou em seu site uma carta aberta direcionada a Marr pedindo-lhe que, por favor, pare de mencionar seu nome durante suas entrevistas.

Leia na íntegra o comunicado do ex-líder do The Smiths:

Este não é um discurso retórico ou um discurso bombástico histérico. É um pedido educado e calmamente medido: Você poderia, por favor, parar de mencionar meu nome em suas entrevistas?

Você poderia, por favor, discutir sua própria carreira, suas conquistas solo imparáveis ​​e sua própria música?

Se puder, por favor, me deixe fora disso?

O fato é: você não me conhece. Você não sabe nada da minha vida, minhas intenções, meus pensamentos, meus sentimentos. No entanto, você fala como se fosse meu psiquiatra pessoal com acesso consistente e ininterrupto aos meus instintos. Não nos conhecemos há 35 anos – o que é muitas vidas atrás. Quando nos conhecemos você e eu não éramos bem sucedidos. Nós dois ajudamos um ao outro a ser o que somos hoje. Você não pode simplesmente deixar assim? Você deve persistentemente, ano após ano, década após década, me culpar por tudo… desde o tsunami de 2007 nas Ilhas Salomão até a baba no queixo de sua avó?

Você me achou inspirador o suficiente para fazer música comigo por 6 anos. Se eu fosse, como você afirma, um monstro tão desagradável, onde exatamente isso o deixou? Sequestrado? Mudo? Acorrentado? Abduzido por extraterrestres vesgos? Foi VOCÊ quem tocou guitarra em ‘Golden Lights’ – não eu.

Sim, todos nós sabemos que a imprensa britânica publicará qualquer coisa que você disser sobre mim, desde que seja cruel e selvagem. Mas você fez tudo isso. Siga em frente. É como se você não pudesse descruzar as próprias pernas sem me mencionar. Nosso período juntos foi há muitas vidas, e muito sangue correu debaixo da ponte desde então. Chega um momento em que você deve assumir a responsabilidade por suas próprias ações e sua própria carreira, com a qual desejo que você desfrute de boa saúde. Pare de usar meu nome como clickbait. Eu nunca ataquei seu trabalho solo ou sua vida solo, e aplaudi abertamente sua genialidade durante os dias de ‘Louder than bombs’ e ‘Strangeways, Here We Come’, ainda assim, você se deixou sempre pronto para fazer ‘aspas de aluguel’ sempre que a imprensa exigir uma declaração feia sobre algo que eu disse pela metade durante o último período glacial, quando o rio Colorado começou a esculpir o Grand Canyon. Por favor pare. É 2022, não 1982.

Morrissey não mencionou nenhuma entrevista específica de Marr que o levou a escrever a carta, mas recentemente o ex-guitarrista dos Smiths disse à Uncut que ele e Morrissey são “tão diferentes”.

Resposta de Johnny Marr

Usando a sua conta oficial no Twitter, o guitarrista já respondeu o pedido de Morrissey e sua réplica veio cheia de sarcasmo:

Querido @officialmoz . Uma ‘carta aberta’ não é mais o lance desde 1953, hoje em dia é tudo ‘social media’. Até o Donald J Trump sabia disso. Além disso, esse negócio das fake news… meio 2021, hein? #makingindiegreatagain

Como você pode ver, Johnny Marr não apenas citou Donald Trump como transformou o slogan “Make America Great Again” em “Making Indie Great Again”.

Enquanto isso, o músico deve lançar em 25 de Fevereiro o material completo de
Fever Dreams, Pts. 1-4. Até agora, o artista disponibilizou EPs com a primeira e a segunda parte do projeto.

LEIA TAMBÉM: Johnny Marr não acha Morrissey o melhor compositor com quem já trabalhou

NOTÍCIAS MAIS QUENTES no RESUMO DA SEMANA

Fique por dentro das notícias mais quentes do mundo da música, bem como dos lançamentos nacionais, ouvindo o Resumo da Semana, programa do Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!