Fora do mercado desde 2015, a franquia de jogos Guitar Hero pode voltar a qualquer momento!

Isso porque a Microsoft comprou a Activision Blizzard e provavelmente investirá em diversos títulos da popular desenvolvedora.

A empresa fundada por Bill Gates, dona também dos consoles Xbox, pagou US$68,7 bilhões na semana passada pela aquisição. O CEO da Microsoft Gaming, Phil Spencer, falou ao The Washington Post sobre como vai mexer no catálogo da Blizzard (via Loudwire):

Eu estava olhando a lista de propriedade intelectuais, e olha, vamos lá! ‘King’s Quest’, ‘Guitar Hero’… Eu deveria saber disso, mas eles têm o ‘HeXen’. Nós estamos com esperança de conseguir os recursos para reviver franquias que amo da época da minha infância. Estamos conversando sobre isso. É tudo uma questão de conseguir as verbas e termos capacidade para isso.

Embora tenha expressado seu entusiasmo pela propriedade intelectual da Activision, Spencer não adicionou nenhum comentário mais claro sobre Guitar Hero, lançado originalmente em 2005.

Vamos aguardar!

Guitar Hero e seus números

O último jogo da série foi Guitar Hero Live, que estreou há sete anos. Com mais de 25 edições diferentes lançadas, o game simula a execução de uma guitarra, em que cada botão representa uma nota diferente no braço do instrumento.

O jogador pode escolher sua música favorita, do Rock ao Pop, e deve acertar todas as notas de acordo com a indicação na tela. Já foram vendidas em todo mundo mais de 25 milhões de unidades do título, acumulando mais de US$2 bilhões em faturamento.

LEIA TAMBÉM: 15 músicas que fizeram história no game Guitar Hero

NOTÍCIAS MAIS QUENTES no RESUMO DA SEMANA

Fique por dentro das notícias mais quentes do mundo da música, bem como dos lançamentos nacionais, ouvindo o Resumo da Semana, programa do Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!

 

Compartilhar