Meat Loaf, ator e cantor
Foto: Facebook / MeatLoaf

Michael Lee Aday, artista norte-americano conhecido como Meat Loaf, morreu aos 74 anos de idade.

A passagem aconteceu ontem (20), no mesmo dia em que perdemos a genial Elza Soares, e a causa da morte de Meat Loaf não foi revelada oficialmente, mas aparece como uma série de complicações da COVID-19 na Wikipedia.

Em um comunicado oficial no Facebook, a família do artista disse que ele faleceu em casa, acompanhado pelas pessoas mais próximas:

Nossos corações estão partidos ao anunciarmos que o incomparável Meat Loaf faleceu essa noite cercado por sua esposa Deborah, as filhas Pearl e Amanda e amigos próximos.

Sua incrível carreira durou seis décadas que o viram vender mais de 100 milhões de discos no mundo todo e estrelar mais de 65 filmes, incluindo ‘Clube da Luta’, ‘Focus’, ‘Rocky Horror Picture Show’ e ‘Quanto Mais Idiota Melhor’.

‘Bat Out of Hell’ continua sendo um dos 10 discos mais vendidos de todos os tempos.

Sabemos quanto ele significava para tantos de vocês e apreciamos verdadeiramente todo o amor e o apoio à medida que passamos por esse período de dor ao perder um artista tão inspirador e um belo homem.

Agradecemos pela sua compreensão quanto à nossa necessidade por privacidade nesse momento. Do coração dele para as suas almas… nunca pare com o rock!

Em uma carreira que teve altos e baixos, Meat Loaf lançou seu disco de estreia, Bat Out Of Hell, em 1977, emplacando hits como a faixa título e “Paradise By the Dashboard Light”, sendo que a última tem quase 100 milhões de plays só no Spotify e a primeira tem duração de quase 10 minutos.

A obra foi criada ao lado do compositor Jim Steinman, que usou como base um musical que ele escreveu em 1974 chamado Neverland (“Terra do Nunca”), criando uma espécie de versão futurística e roqueira do clássico Peter Pan.

O disco já vendeu 43 milhões de cópias no mundo inteiro e é um dos títulos mais vendidos da história, tendo marcas impressionantes como 522 semanas na parada de álbuns do Reino Unido.

Em 1993 e 2006, ele lançou sequências para o projeto com os nomes de Bat Out Of Hell II: Back Into Hell e Bat Out Of Hell III: The Monster Is Loose.

Juntos, os três discos comercializaram mais de 65 milhões de cópias.

Por “I’d Do Anything For Love (But I Won’t Do That)”, Meat Loaf ganhou o Grammy de Melhor Performance Vocal de Rock Solo.

Meat Loaf no Rock e no Cinema

Além de seu apreço pelo Rock And Roll, Meat Loaf também apareceu em títulos importantes do cinema.

Entre eles estão The Rocky Horror Picture Show (como Eddie, em 1975), Wayne’s World (como “Tiny”, em 1992) e Clube da Luta (como Robert “Bob” Paulsen, em 1999).

Em 1997, ele atuou como o motorista Dennis em Spiceworld, filme com as Spice Girls, e isso inclusive fez com que ele esteja sendo lembrado com carinho pelas fãs da girl band no dia de hoje.

Controvérsias

Em toda sua carreira, Meat Loaf não conseguiu manter a estabilidade necessária para seguir crescendo como artista e músico.

Isso porque, se de um lado a sua estreia foi arrasadora com diversos hits e números milionários, por outro ele era amplamente criticado por seus outros lançamentos.

Em 2011, por exemplo, ele fez um show de 12 minutos antes da grande final do principal campeonato de futebol na Austrália e a performance foi descrita como “a pior do campeonato em seus 34 anos”.

Recentemente, entrou em uma espécie de “briga online” com a ativista Greta Thunberg ao dizer que “o aquecimento global não era uma verdade”. Após insultos do músico, a jovem respondeu com ciência.

Antes da pandemia, em Janeiro de 2020, ele respondeu questionamentos a respeito da idade dizendo que “não estava velho” e que estava inclusive preparando novas músicas e lendo um script para novos trabalhos em vídeo. Nesse meio tempo, em 19 de Abril de 2021, o colaborador de longa data Jim Steinman faleceu por problemas no rins.

Ao final de 2021, afirmou no Facebook que voltaria em Janeiro de 2022 com sua banda para os estúdios, onde gravaria novos materiais.

Que descanse em paz.

NOTÍCIAS MAIS QUENTES no RESUMO DA SEMANA

Fique por dentro das notícias mais quentes do mundo da música, bem como dos lançamentos nacionais, ouvindo o Resumo da Semana, programa do Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!

 

Compartilhar