Elza Soares
Foto por Daryan Dornelles

Nesta quinta-feira (20), o Brasil teve a irreparável perda de Elza Soares, uma das mais lendárias e importantes figuras da sua música.

A cantora faleceu aos 91 anos de causas naturais, mas cantou até o fim — como ela mesma pedia em “Mulher do Fim do Mundo” — quase que literalmente. Sem que o público soubesse, Elza passou segunda (17) e terça (18) gravando um novo disco e DVD ao vivo no Theatro Municipal de São Paulo.

A informação foi revelada pelo percussionista Mestre Dalua, que tocava com a cantora desde o aclamado Mulher do Fim do Mundo (2015) e participou das gravações. Ainda não há qualquer detalhe sobre esse lançamento e quando (ou se) ele acontecerá, mas o que é certo é que o desejo de Elza foi, sem dúvidas, cumprido.

Em tempo, ela também vinha trabalhando em um novo disco de estúdio (via G1) e é possível que essas gravações de inéditas venham a surgir no futuro. É claro que por aqui torcemos para que, se for da vontade da família de Elza, possamos ouvir tudo isso!

Elza Soares

Nascida no bairro de Padre Miguel, no Rio de Janeiro, Elza Soares passou por diversas situações bastante complicadas nos seus primeiros anos de vida.

Elza surgiu para a música ainda nos anos 50, quando havia acabado de ficar viúva e, com quatro filhos para criar, trabalhava como faxineira até chamar atenção no programa radiofônico Calouros em Desfile, comandado por Ary Barroso.

Foi ali, inclusive, que surgiu uma de suas mais célebres frases quando Ary, em tentativa de ridicularizá-la, questionou “de que planeta” ela tinha vindo:

Do mesmo planeta que o senhor, Seu Ary. Do planeta fome.

A performance de Elza no programa conquistou nota máxima e o próprio apresentador se pôs no seu lugar, dizendo que ali “nascia uma estrela”. No entanto, foi só na década seguinte que ela se consagrou de vez com os lançamentos de seus primeiros discos de estúdio.

Em suas obras, abordou temas como o preconceito racial e o feminismo desde muito antes deles se popularizarem e se reinventou constantemente em sua carreira. Não à toa, foi eleita Cantora Brasileira do Milênio pela BBC britânica na virada de 1999 para 2000, e se manteve ativa até o final de sua vida, tendo inclusive diversos shows marcados para 2022.

Nos últimos anos, inclusive, lançou três discos importantíssimos: A Mulher do Fim do Mundo (2015), eleito o melhor daquele ano em diversas listas do país, Deus é Mulher (2018) e Planeta Fome (2019). Seu último lançamento em vida é o álbum colaborativo com João de Aquino, gravado na década de 90 e divulgado apenas em 2021.

Novamente, só nos resta agradecer por tudo.

Podcast Vida e Carreira de Elza Soares

Em Maio de 2020, inclusive, o TMDQA! fez um podcast entrevistando a icônica artista e mergulhando em sua carreira tão única. Relembre clicando aqui.

NOTÍCIAS MAIS QUENTES no RESUMO DA SEMANA

Fique por dentro das notícias mais quentes do mundo da música, bem como dos lançamentos nacionais, ouvindo o Resumo da Semana, programa do Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!

 

Compartilhar