Tonje Thilesen
Foto por Tonje Thilesen

Um dos nomes mais quentes do cenário indie rock norte-americano, a banda Hippo Campus está perto de lançar o seu terceiro álbum de estúdio. Intitulado LP3, o disco chega ao mundo no dia 04 de Fevereiro, via Grand Jury Music.

Recentemente, o grupo divulgou o terceiro single do registro, “Ride or Die“, uma faixa que aborda relacionamentos em suas mais diferentes formas: comunidades, parceiros românticos, colaboradores e amigos. Sobre a canção, o vocalista e guitarrista Jake Luppen comenta:

É uma das minhas músicas favoritas no disco – você pode realmente ouvir todos na banda fazendo suas coisas.

O single e videoclipe foram divulgados um dia depois que a banda lançou de surpresa 1.000 flexi discs de edição limitada e gratuitas em lojas de discos ao redor do mundo. Fãs nos EUA, Reino Unido, Austrália, Nova Zelândia e Japão tiveram a chance de ouvir a novidade antes que ela chegasse oficialmente às plataformas.

Para o novo álbum, a Hippo Campus buscou resgatar a maneira como faziam música nos primeiros dias de banda, quando ainda estavam no colégio, sem qualquer pressão da indústria musical. O resultado é um retrato recém-pintado que escava a idade adulta e a identidade do jovem, um relato abrangente de coragem e tenacidade.

Javiera Mena

Javiera Mena
Foto: Divulgação

Esbanjando sensualidade e tomando como referência o delicioso som dos anos 80, a artista chilena radicada na Espanha Javiera Mena apresenta o single “Dunas“. A música, que ainda passeia pelo dance pop, é um dueto com sua compatriota Myriam Hernández.

Segundo Javiera Mena, o novo hit foi inspirado na sonoridade do saudoso Prince na década de 80 e, junto com seus últimos singles e EP, fará parte do repertório do seu próximo álbum de estúdio:

 Sua letra a torna uma música muito sensual. De fato me ocorreu convidar Myriam Hernández para cantá-la porque senti que sua interpretação era perfeita nesse clima. Ela fala sobre o desejo, um desejo inacabado, em imagens do deserto, trata-se de ir em direção a algo que não está lá ou algo que você não tem.

O videoclipe que acompanha a novidade foi gravado em áreas desérticas do Chile. Desejo, mistério e saudade são alguns dos recursos que a equipe de Javiera utilizou para materializar as ideias da artista. A obra ainda faz acenos estéticos ao universo do clipe de “El Hombre Que Yo Amo”, sucesso de Myriam Hernández lançado em 1988.

Savoy Ellis

Savoy Ellis
Foto: Divulgação

O talentoso cantor, compositor e produtor norte-americano Savoy Ellis volta às suas raízes e entrega a alma em seu disco de estreia, The Love Album. Ao longo das 12 faixas que compõem o registro, o artista transita entre o soul, o R&B e o afrobeat.

Apesar do título, o primeiro álbum cheio de Savoy Ellis é, na verdade, um registro sobre o desamor e chega repleto de participações especiais, trazendo nomes como BRELAND, Remey Williams, Derran Day, Blaze Johnson Jr. e muitos outros. Sobre a temática do trabalho, o artista comenta:

A história que quero contar com este álbum é algo que acho que todos podem se relacionar: desgosto. Todo mundo vai ter seu coração partido em algum momento da vida. A questão é como você se recupera? Melhor ou amargurado?

Eu estive em ambos os lados disso. Então, para este álbum, eu queria contar essa história de uma maneira que as pessoas pudessem explorar sua própria história e ver semelhanças, mas também as possibilidades.

Filho de pais músicos, Savoy Ellis cresceu envolto em uma atmosfera artística, marcada pela música gospel e pelo soul. Desde pequeno, o cantor imitava seu pai, vendo-o cantar no coral da igreja e praticando com ele em casa. Segundo Savoy, foram esses momentos preciosos que incutiram nele um senso de alma, caráter e a pegada da velha guarda do soul que hoje transbordam de suas composições.

NOTÍCIAS MAIS QUENTES no RESUMO DA SEMANA

Fique por dentro das notícias mais quentes do mundo da música, bem como dos lançamentos nacionais, ouvindo o Resumo da Semana, programa do Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!