Evan Rachel Wood e Marilyn Manson
Fotos Stock via Shutterstock
 

Um documentário sobre a vida e a carreira de Evan Rachel Wood foi anunciado para este ano.

Em Phoenix Rising, que será dividido em duas partes e tem direção de Amy Berg, a atriz contará sua história e também vai abordar as acusações de abuso que fez contra Marilyn Manson nos últimos anos.

A primeira parte do filme será exibida no Sundance Filme Festival, que vai do dia 20 a 30 de janeiro deste ano. Após a estreia no festival, de acordo com a Variety (via Pitchfork), as duas partes do documentário entrarão para a programação da HBO — não se sabe ainda se o HBO Max, serviço de streaming da emissora, terá uma estreia simultânea.

De acordo com uma descrição oficial no site do Sundance, Phoenix Rising “trata intimamente da jornada [de Wood] enquanto ela se movimenta para dar um nome a seu agressor em público pela primeira vez”.

Uma data de estreia específica ainda será anunciada.

Evan Rachel Wood e Marilyn Manson

No início de 2021, Evan Rachel falou sobre seu passado conturbado com Mason, de quem foi noiva em 2010. Desde que se posicionou, várias outras mulheres levaram a público suas acusações de assédio e abuso contra o cantor, incluindo uma ex-assistente e a atriz Esmé Bianco (Game of Thrones).

Marilyn está atualmente sob investigação policial pelas denúncias, mas negou todas as alegações também no ano passado.