Eddie Vedder, do Pearl Jam
Reprodução/YouTube
 

Eddie Vedder revelou uma série de participações especiais que vão estar presentes em seu novo disco solo, Earthling.

Depois de divulgar a tracklist do projeto na última terça-feira (11), o músico compartilhou alguns detalhes das músicas inéditas e, segundo o icônico vocalista do Pearl Jam, entre as 13 faixas do aguardado disco estão colaborações com Stevie Wonder, Elton John, Ringo Starr e até mesmo seu falecido pai.

Em uma nova entrevista a revista MOJO (via Louder Sound), Vedder explicou como a voz de seu pai passou a integrar o álbum. Inicialmente, ele disse:

Eu realmente não conheci meu pai verdadeiro. Eu o encontrei talvez três ou quatro vezes quando criança, mas ele era, você sabe, um ‘amigo da família’. Teria sido bom ter estado em uma sala com ele em algum momento antes dele morrer quando eu tinha 13 anos. Teria sido bom compartilhar que eu sabia que ele era meu pai, mas isso não aconteceu.

Em seguida, Eddie revelou que há cerca de 10 anos conheceu um “indivíduo incrivelmente legal” chamado Carmen Fanzone que, além de ser um ex-jogador do Chicago Cubs, se tornou chefe do Sindicato dos Músicos em Los Angeles. Foi a partir dele que Vedder conseguiu chegar até um material gravado por seu pai, conforme ele contou:

Eu vi Carmen tocando trompa em um pequeno clube no Arizona, e esse cara tocando teclado com ele era o melhor amigo do meu pai. Dois anos depois, ele me trouxe algumas fotos deles em pequenos estúdios no porão. Então, alguns anos depois, ele me trouxe cinco músicas do meu pai cantando, em um disco.

Carreguei aquele disco por dois, três meses na minha mala, não [estando] pronto para ouvi-lo. Finalmente tive coragem e, depois de algumas garrafas de vinho, o coloquei para tocar uma noite na Argentina. E ele era bom. Foi incrível – como se ele tivesse deixado uma mensagem para mim.

Em parceria com Andrew Watt, responsável por produzir o álbum, Vedder montou “uma pequena colagem” em torno da voz de seu pai e a incluiu no final do disco. Ele explicou:

Eu pensei no álbum como um setlist – no final, é quando você começa a trazer convidados especiais. Tivemos Stevie [Wonder] e Elton [John], Ringo foi uma adição incrível… e então meu pai está em um disco com esses caras, o que não é nada mal.

Que demais!

Eddie Vedder – Earthling

O disco solo de Eddie Vedder está previsto para ser lançado em 11 de Fevereiro. Até o momento, o músico disponibilizou os singles “Long Way” e “The Haves” e amanhã, 14 de Janeiro, ele irá liberar a faixa “Brother The Cloud”.

O trabalho foi gravado com Watt em 2021 e, durante a entrevista ao MOJO, o cantor esclareceu como começou a trabalhar com o requisitado produtor:

Ele estava trabalhando no disco de Morrissey, algumas das melhores coisas de Morrissey que eu ouvi em anos, então eu estava curioso para ver seu estúdio. Ele estava trabalhando muito com Chad Smith [baterista do Red Hot Chili Peppers] e com Josh Klinghoffer [ex-guitarrista do RHCP], obtendo ótimos resultados sonoros.

E assim que nos visitamos, começamos a escrever. Uma música se transformou em duas, depois se transformou em três e quatro em dois dias. Parecia que a arma que simboliza a partida tinha disparado.

Ainda estávamos em semi-lockdown, então as pessoas estavam energizadas para criar. Fui inspirado a escrever rápido. Tudo estava soando muito bem, e sua capacidade de mixar e fazer tudo ficar alto… Foi apenas uma nova aventura e foi inspirador.

Como te contamos aqui, Eddie anunciou uma turnê pelos Estados Unidos para promover o novo trabalho. Ele será acompanhado por uma banda formada pelo próprio Andrew Watt e também por Glen Hansard (The Frames), Chad Smith, Josh Klinghoffer e Chris Chaney (Jane’s Addiction).

 
Compartilhar