Elvis Costello
Foto: Divulgação
 

Um dos maiores sucessos do lendário Elvis Costello, “Oliver’s Army” não será mais tocada pelo músico britânico.

O motivo para isso é no mínimo curioso e o músico explicou tudo em uma entrevista recente com o The Telegraph (via UCR). A polêmica gira em torno do trecho “Only takes one itchy trigger / One more widow, one less white nigger”, especificamente por conta do termo “white nigger”.

Em tradução literal, é como se Costello cantasse sobre um “negro branco”, o que obviamente é visto como um termo racista. No entanto, a música fala sobre os conflitos na Irlanda do Norte nos anos 70 e, neste contexto, a expressão era usada para se referir aos católicos da Irlanda.

Ainda assim, o cantor explicou que está cansado de lidar com os julgamentos das pessoas com relação a essa letra e admitiu que pensaria duas vezes antes de usar o mesmo termo hoje em dia:

Se eu escrevesse essa música hoje, talvez pensaria duas vezes sobre [a letra]. [Mas] era assim que meu avô era chamado no exército britânico — é historicamente um fato. Mas as pessoas ouvem essa palavra, se irritam e me acusam de algo que não foi minha intenção.

Além de tomar essa decisão, Elvis pediu para que as rádios a respeitem e também parem de executar a faixa de 1979, que fez parte do disco Armed Forces. Isso porque praticamente todas as reproduções recentes da canção têm incluído uma censura nessa parte, algo de que ele discorda totalmente:

Eles estão deixando pior ao censurar, com certeza. Porque assim eles estão destacando. Só não toquem a música!

Costello até chegou a pensar em mudar a letra e relatou que escreveu “um novo verso sobre a censura”. Entretanto, ele conta que se perguntou “qual o sentido disso?” e eventualmente decidiu só parar de tocar o hit.

Elvis Costello e “Oliver’s Army”

Vale lembrar que “Oliver’s Army” atingiu o segundo lugar nas paradas britânicas na época de seu lançamento e, até hoje, é o single de maior sucesso de Elvis Costello.

Aqui no Brasil, a faixa ganhou uma versão dos Raimundos, presente no disco Lapadas do Povo (1997) e em shows da banda ao longo dos anos. Abaixo, você pode ouvir a versão original de Costello e a cover dos Raimundos.