The Travelers
Foto: Divulgação
   

Formada em 2019, a banda carioca The Travelers vem construindo a sua própria sonoridade dentro do rock alternativo. O grupo divulgou recentemente o single “You Make Me Feel Alright“, que chegou acompanhado por um webclip.

A música foi composta em 2020, já tendo em mente a identidade sonora que o quarteto gostaria de atingir. No entanto, somente em Setembro de 2021 a banda conseguiu entrar em estúdio para gravar com a qualidade que a canção merecia.

Formada por Breno Martins (guitarra e vocal), Danilo Souza (guitarra), Alan Martins (baixo) e Ricardo Fester (bateria), a The Travelers compara a novidade com os seus lançamentos passados e não nega que pesaram “a mão, com as guitarras dobradas naturalmente ganhando destaque na faixa“:

 Para chegar ao ponto em que gostaríamos, precisamos gravar algumas boas vezes e com modelos diferentes de guitarras. A voz também ganhou uma atenção especial: dobras, oitavas, ruídos e toda a sorte de camadas foram usadas para atingir a excelência, com detalhes que só quem escuta a faixa algumas vezes conseguirá notar.

Com influências que passam por The Strokes, Arctic Monkeys, Liam Gallagher, Catfish and the Bottlemen, The Black Keys e Royal Blood, a banda lançou o seu EP de estreia, Sunny Summer, no início de 2021, seguido por uma série de singles. A The Travelers promete mais lançamentos para o início de 2022.

Lua Mincoff

Lua Mincoff
Foto: Divulgação

Com uma carreira solo fresquíssima, iniciada no primeiro semestre de 2021, a cantora e compositora Lua Mincoff vem preparando o lançamento de seu álbum de estreia. Intitulado Encontros, o disco está previsto para chegar ao mundo em Março de 2022.

Recentemente, a artista divulgou o segundo single do disco, uma versão para “A Lua“, com participação especial de Felipe Antunes (Vitrola Sintética) nos vocais e Luís Mascaro no violino. Composição de Renato Rocha, a música foi gravada originalmente pelo MPB4, em 1980.

A canção possui um significado muito especial para a cantora, que a toca desde sua adolescência, quando começou a aprender violão e canto. Agora, pela primeira vez, ganha uma nova roupagem que flerta com elementos tanto da bossa nova como do tango, firmando sua pesquisa musical (e paixão) por misturar sonoridades brasileiras e latinas.

A temática dos encontros perpassa todas as faixas do álbum, passando pela beleza ímpar da filosofia de Spinoza e sua pesquisa acerca dos afetos, e também pelas investigações e projetos pessoais da artista dentro da música, do teatro e da educação.

XEI & Sons in Black

XEI & Sons in Black
Foto por Ana Kanzaki

Liderado pelo cantor e compositor catarinense Alexei Leão (Stormental), o projeto de rock progressivo e metal alternativo XEI & Sons in Black lançou há pouco tempo o seu álbum de estreia, o denso Coulrophobia.

Todo o disco gira em torno do medo de palhaços, com letras que se posicionam contra o momento político atual no Brasil e contra a ascensão da extrema direita no mundo. Em conversa com a Roadie Crew, o músico comenta:

Assim como nos Estados Unidos, esperamos que esses tipos de palhaços políticos comecem a cair no resto do mundo.

O disco busca inovações dentro do metal, trazendo o encontro de arranjos pesados com violões acústicos marcantes e abusando de elementos eletrônicos. Gravado em Florianópolis e Setúbal (Portugal), onde XEI atualmente reside, o álbum tem as participações dos baixistas Andrei Leão, Eduardo D’Ávila e Leonardo Kothe, e do percussionista Marcio Bicaco.

Ao lado de XEI (vozes, violões, guitarras, programações), a Sons in Black conta com Rodrigo Daca (violões e vozes), Geraldo Borges (baixo), Hique D’Ávila (guitarras), Yusanã Mignoni (teclados, synths e sax) e PH Soares (bateria).

Você confere o álbum Coulrophobia no player abaixo.