Robert Plant enaltece primeiro show que viu dos Rolling Stones:
Fotos via Wikimedia Commons

Robert Plant relembrou como foi a experiência de ver um show dos Rolling Stones pela primeira vez.

Em uma nova entrevista à BBC (via UCR), o ex-vocalista do Led Zeppelin comentou sobre a apresentação e apontou a influência da lendária banda de Mick Jagger em sua relação com a música na adolescência. Inicialmente, ele disse:

Você provavelmente deve ter percebido que no início da minha história como cantor e artista, e nas aventuras que tive na cena musical, eu estava realmente atraído e obcecado pela música de Chicago e Mississippi, assim como pelo Delta Blues.

Acho que na cena musical inglesa, um dos principais precursores e fornecedores dessa música, que a trouxe até nós desde a adolescência, foi o Rolling Stones.

O músico citou o primeiro single da banda britânica, uma versão de “Come On”, lançada em 1963 por Chuck Berry, como “apenas o começo da grande carreira promovendo e talvez nos dando inspiração para o Country Blues e [o] Blues da América do Norte”.

Robert Plant e os Rolling Stones

Anos antes de alcançar sucesso com o Led Zeppelin, os tios de Plant o levaram para um show dos Rolling Stones na cidade inglesa de Wolverhampton, em West Midlands, quando o grupo estava na estrada com Little Richard e Bo Diddley.

Na entrevista, o cantor disse que, como ele morava mais ao norte, “realmente não sabia muito sobre a cena em Londres”. Em seguida, Plant descreveu como foi assistir ao show do grupo liderado por Jagger:

Eu de fato vi os Stones. Eles fizeram uma turnê em teatros com Bo Diddley e Little Richard, e foi a primeira turnê ’em pacote’ dos Rolling Stones. Foi realmente de abrir os olhos – estávamos todos nos inclinando para aquelas músicas, mas ninguém realmente entendia direito. Acho que naquela época os Stones estavam trazendo a pedra montanha abaixo, então isso foi realmente especial.

Robert Plant também destacou outro momento marcante do show que o fez questionar sua própria abordagem com a música. Ele contou:

Minha tia Gwen e meu tio Stan me levaram lá. E eu vi Little Richard entrar no palco no final do show e, obviamente, ele tinha um enorme topete no topo da cabeça. Ele estava coberto de camadas de maquiagem e uma grande onda de energia passou por mim. E eu disse, ‘Ah! OK.’

O resto, bom, é história.

OUÇA AGORA MESMO A PLAYLIST TMDQA! ALTERNATIVO

Clássicos, lançamentos, Indie, Punk, Metal e muito mais: ouça agora mesmo a Playlist TMDQA! Alternativo e siga o TMDQA! no Spotify!

 

Compartilhar