CIRIO
Crédito: divulgação
 

O cantor e compositor gaúcho CIRIO lançou no YouTube o álbum visual RIMAS BÉLICAS DE ÁLCOOL GEL.

O trabalho dirigido por Bruno dos Anjos inclui os singles “A Culpa é da ONG, Talkey?” e “Censura”, marcando uma nova fase da carreira do artista, que investiu apenas em músicas de Rap e Trap.

As letras continuam politizadas e fazem uma retrospectiva dos quase dois anos de pandemia, com rimas que misturam vivências pessoais com críticas sociais e crônicas sobre a desigualdade, o negacionismo e o isolamento social no Brasil.

A maioria das canções presentes no disco foi composta em 2020 e fez parte do quadro “Cantadas Crônicas”, do canal CIRIO TV no YouTube.

Por lá, o cantor usa suas composições inéditas para refletir a respeito de assuntos atuais, como a catastrófica gestão da pandemia do Presidente da República, Jair Bolsonaro, que resultou em mais de 600 mil brasileiros mortos.

“Era para ser um projeto de retrospectivas musicais, conteúdo que costumo trazer para o meu canal, contudo, a partir de março a pandemia estourou e eu me vi fazendo um álbum denso de protesto,” explica CIRIO sobre o processo criativo.

Igor Liberato

Igor Liberato
foto: divulgação

O cantor e compositor baiano Igor Liberato disponibilizou nas plataformas digitais o disco Gato, produzido em parceria com o espanhol Campi Campón, que acumula cinco Grammys Latinos na carreira.

O álbum, que transita entre o Pop contemporâneo, Indie e música regional, apresenta 11 faixas autorais, entre elas as já lançadas “Samba Livre” e “Fala Bonito”. Multiartista, Igor já liderou os grupos OLiberato e Trago Seu Amor de Volta.

Camilla Leonel

Camilla Leonel
foto: divulgação

A cantora e compositora mineira Camilla Leonel divulgou o clipe da música “Karma”.

Dirigido pela própria artista, o vídeo mostra um quarto montado em uma floresta para simbolizar a solidão e a dor que certos finais de relacionamento provocam.

Nas cenas, Camilla também utiliza metáforas como a cadeira queimada para representar o lugar de alguém que já não está mais ali.

A faixa carrega elementos do Indie Pop com pitadas da nova MPB e precede um EP de versões que a cantora prepara para 2022.

Agapantos

Agapantos
foto: divulgação

O trio Agapantos lançou o clipe feito para o single “Chuva e Desmaio”. Dirigido por Arthur Porto, videomaker brasileiro radicado em Lisboa, o vídeo é uma animação em que uma gota deixa a Terra e sobe até o céu, provocando novas formas, luzes e cores.

“Deixamos o vazio ocupar também um pouco os espaços, pois estamos habituados a fazer um som bem saturado,” conta o guitarrista Fernando Martines sobre a faixa que antecipa o segundo álbum da banda, ainda sem data para sair.

“Chuva e Desmaio” chega mais de um ano após o lançamento da canção “Não é Algo para Sonhar”, gravada ao vivo em parceria com a cantora Betina. O grupo, que recentemente voltou a ensaiar, estreou em 2018 com o disco Retrognóstico.