Kanye West interrompe Taylor Swift
Foto: Reprodução / YouTube
Ouça a nova música de Juliah!    

A lista de indicados ao Grammy 2022 foi revelada nesta semana e chamou atenção por ter expandido o número de nomeações em quatro categorias principais da premiação.

Ao que tudo indica, a decisão de incluir mais artistas foi tomada apenas um dia antes da divulgação da lista e resultou na entrada de Kanye West e Taylor Swift na disputa pelo Álbum do Ano.

De acordo com uma reportagem do New York Times (via Billboard) publicada na última quarta-feira (24), os discos DONDA, de West, e Evermore, de Swift, foram adicionados à lista de Álbum do Ano de última hora após Justin Bieber, Olivia Rodrigo, Tony Bennett e Lady Gaga, Doja Cat, H.E.R., Billie Eilish, Lil Nas X e Jon Batiste terem sido incluídos na versão inicial da nomeação.

O jornal também destaca que a expansão tardia da categoria de Gravação do Ano influenciou na entrada de “Montero (Call Me by Your Name)”, de Lil Nas X, e “I Still Have Faith in You”, do ABBA, que passaram a integrar a lista que já contava com músicas de Olivia Rodrigo, Justin Bieber, Tony Bennett e Lady Gaga, Jon Batiste, Doja Cat, Billie Eilish, Silk Sonic e Brandi Carlile.

Expansão nas categorias do Grammy 2022

Outras músicas incluídas de última hora na famosa premiação foram “Kiss Me More”, de Doja Cat, e “Right on Time”, de Brandi Carlilie, na categoria Canção do Ano. Por fim, na lista de Artista Revelação, foram acrescentados os nomes do rapper Baby Keem e do compositor Arooj Aftab.

Segundo o Times, foi possível descobrir a entrada tardia desses artistas pois o jornal notou que esses nomes estavam ausentes na “lista final de nomeações” disponibilizada alguns dias antes e à qual a publicação teve acesso. Lá, eram apenas oito nomes nessas categorias.

Ao revelar sua lista de indicados do Grammy 2022 na última terça-feira (23), a Recording Academy destacou que estava expandindo a lista das quatro categorias principais apontando que eles estavam atendendo os pedidos de “abrir espaço para mais músicas, mais artistas e mais gêneros, e abraçar o espírito de inclusão”.

Em entrevista ao New York Times, o CEO da Recording Academy Harvey Mason Jr. declarou que a proposta de expandir as categorias já estava sendo estruturada há anos. A previsão, segundo ele, era mesmo de que tudo acontecesse esse ano, quando o Grammy Latino também aumentou sua nomeação.

Mason Jr. também negou que a inclusão de Taylor Swift e Kanye West tenha ocorrido por motivos comerciais ou para aumentar a baixa audiência da televisão. O boato surgiu porque no ano passado o Grammy teve a pior audiência de sua história.

A cerimônia do ano que vem está prevista para acontecer no dia 31 de Janeiro.

   
Compartilhar