Brian May, do Queen, em 2017
Foto de Brian May via Shutterstock
Ouça a nova música de Juliah!    

Brian May, guitarrista do Queen, deu declarações pra lá de polêmicas nos últimos dias.

Em entrevista ao The Mirror (via Louder Sound), May criticou a decisão do BRIT Awards de derrubar categorias definidas como masculinas e femininas. O músico pensa que isso é um “ataque à liberdade e aos direitos humanos”.

Na conversa, que está agradando a direita do Reino Unido, Brian fala sobre a decisão como um indicativo do “fim dos dias”. Ele ainda cita uma “atmosfera de medo em todos os lugares, porque as pessoas têm medo de dizer o que realmente pensam”.

Mais adiante, o guitarrista ainda disse temer que o Queen não seja considerado diverso o suficiente para ser aceito hoje em dia, ainda mais em premiações. Em sua fala mais controversa, May disse:

[Temo que o Queen] seria forçado a ter pessoas de diferentes cores e sexos, e teríamos que ter uma [pessoa] trans.

Brian May, Freddie Mercury

Brian May ainda acredita que, se estivesse vivo, o vocalista Freddie Mercury não teria concordado com “essa nova ordem mundial”.

Freddie veio de Zanzibar, ele não era britânico, ele não era branco — ninguém se importa, ninguém jamais discutiu isso. Ele era músico, era nosso amigo, era nosso irmão. Não precisávamos parar e pensar: ‘Ah, será que devemos trabalhar com ele? Ele é da cor certa? Ele é tem a orientação sexual certa?’ Nada disso aconteceu, e agora eu acho assustador que você tenha que ser tão calculista sobre tudo.

Complicado.

   
Compartilhar