Philip Margo, membro fundador do The Tokens, morre aos 79 anos de idade
Reprodução / Facebook
 

Philip Margo, membro fundador do grupo de doo-wop The Tokens, faleceu no último sábado (13) aos 79 anos de idade.

A família do músico informou ao New York Times (via Billboard) que Margo morreu em um hospital em Los Angeles após sofrer um derrame.

A triste notícia também foi compartilhada pelo perfil do Facebook da banda que ficou conhecida com sua versão de 1961 para o hit “The Lion Sleeps Tonight” — aquela famosa música do “aui maue”. O início do comunicado diz:

O Leão Dorme… Com um rugido final anunciamos o falecimento do nosso incrível leão, Philip Margo. Phil morreu ontem rodeado pela sua amada família. Ele era um empresário de várias mídias que dirigia uma gama indo desde a produção de discos de ouro até a escrita de romances e tudo o que estava no meio.

Carreira de Philip Margo

Ao longo do texto em homenagem ao cantor, a trajetória de Phil foi relembrada, desde a criação do The Tokens aos hobbies do artista.

Em 1960, Margo e seu irmão mais novo Mitch se juntaram a Jay Siegel e Hank Medress, dois de seus amigos do Brooklyn, para formar os Tokens.

Ao lançarem a versão adaptada de “The Lion Sleeps Tonight”, música original do sul-africano Solomon Linda, o grupo alcançou o primeiro lugar na parada da Billboard Hot 100 em Dezembro de 1961 e permaneceu no topo por três semanas.

Outras músicas que marcaram o sucesso da banda foram “Tonight I Fell in Love”, “I Hear Trumpets Blow”, “Portrait of My Love” e “He’s in Town”. No entanto, o grudento “aui maue” fez com que “The Lion” se destacasse mais até os dias de hoje.

Além disso, a família do cantor criou uma editora chamada Bright Tunes Publishing que foi responsável por produzir discos para The Chiffons, The Happenings, Randy & the Rainbows e Tony Orlando & Dawn.

Philip Margo ainda contribuiu com a música e as composições para o show da Broadway A Matter Of Time e administrou a carreira do ator de Hollywood Robert Guillaume.

Não satisfeito, o músico também escreveu para programas de TV como Diff’rent Strokes e Small Wonder e teve seu primeiro romance, The Null Quotient, publicado em 2010.

O texto publicado pela banda ainda destaca que Philip era “faixa-preta de Kung Fu San Soo e um ávido jogador de softball”, além de possuir e pilotar aviões mesmo aos 70 anos de idade.

O saudoso artista deixa sua esposa, três filhos e oito netos. Seu irmão Mitch faleceu em 2017, aos 70 anos de idade. Que descanse em paz!

   
Compartilhar