Guerra
Crédito: Rafael Kent
 

O músico pernambucano Guerra, mais conhecido por ser baterista da Fresno, disponibilizou no TikTok seu primeiro single na carreira solo, “Love Love Love”.

A música antecipa o álbum Nu Mato Futuro e foi lançada na estreia da plataforma/canal SAUCE SESSIONS do diretor baiano Rafael Kent, indicado em 2020 ao Grammy Latino pela direção do clipe “Saci”, do BaianaSystem.

“Nesses tempos de olhar pra dentro, no meu cantinho, comecei a compor meu primeiro disco. Me lembro de sentar no estúdio e ‘não ter nada pra fazer’. Não tinha mais show, trilha pra entregar, nada. Justamente nesse espaço, comecei a criar, livremente, sem pensar no que aquilo viraria. Eu não estava compondo nada, nem disco, nem EP, nem nada. Era uma brincadeira realmente livre. Acho que a magia veio daí,” conta Guerra sobre a concepção do trabalho.

O disco solo terá dez faixas compostas e gravadas durante o isolamento social e ainda não tem data de lançamento definida.

@saucesessions

Estreando o SAUCE SESSIONS @guerra__ com seu LOVE LOVE LOVE. Bota o fone e dance :) #getsauced #saucesessions #musica #challenge #music #dance

♬ Love Love Love – GUERRA

Manger Cadavre?

Manger Cadavre
foto: divulgação

A banda Manger Cadavre? liberou no YouTube o clipe feito para a música “Apatia”, que marca a relação dos integrantes com a pandemia.

O vídeo, disponibilizado no canal da Xaninho Discos, foi dirigido por Estevam Romera a partir do roteiro escrito por Caio Augusttus.

As cenas, que se relacionam com o livro Ensaio Sobre a Cegueira, do escritor José Saramago, mostram uma construção semi destruída onde o grupo no final se encontra.

“Essa representação é algo sobre a busca do encontro do outro e quando finalmente se encontra, não se enxerga e se segue sozinho, em um caminho individual,” explica a vocalista Nata Nachthexen.

Além dela, formam o quarteto Marcelo Kruszynski (bateria), Paulo Alexandre (guitarra)
e Bruno Henrique (baixo).

Felipe de Oliveira

Felipe de Oliveira
foto: reprodução

O cantor mineiro Felipe de Oliveira divulgou nas plataformas digitais seu segundo álbum na carreira, Terra Vista da Lua.

O disco traz a participação especial da atriz e cantora Laila Garin em “Encontro Nosso” e também conta com uma releitura do clássico “Balada do Lado Sem Luz”, de Gilberto Gil.

“Penso que fiz um disco para amar, o que é uma forma de dizer: cantar é erótico. Canto sem precaução. Esse é um álbum sobre a necessidade de ouvir o próprio desejo, de estarmos atentos para com os engôdos que se apresentam para nós, de ter coragem para amar e cuidado de si. É um disco sobre a profundidade, sobre o que faz luzir na escuridão. Encaro-o como uma exaltação ao outro que habita em nós e nos comanda,” reflete Felipe sobre suas composições.

Agnes Nunes

Agnes Nunes
foto: Lucas Nogueira

A cantora e compositora baiana Agnes Nunes disponibilizou nas plataformas de streaming o clipe da música “Última Dança”.

Dirigido por Dauto Galli, o vídeo foi compartilhado pelo canal da gravadora Bagua Records e mostra a artista em cenas gravadas durante o dia e à noite na Península de Maraú.

A letra da canção, em homenagem à família e à terra natal de Agnes, fala sobre as partidas necessárias e as lembranças que ficam com a gente.

Negah Yza

Negah Yza
foto: reprodução

A rapper paraense Layssa Cristine, conhecida artisticamente como Negah Yza, lançou o clipe da faixa “Preta Aço”, de autoria de Sarah Arcângella.

O vídeo foi produzido pelo videomaker gaúcho Ricardo Lage e a letra da música fala sobre as lutas, sonhos e dificuldades de uma mãe negra, solteira e de periferia que vive da arte sem deixar de perseverar.

“A luz da cidade de Belém é única e particular, muito diferente de outras capitais brasileiras. Tem uma luz dourada que é constantemente filtrada pelas nuvens, pois o clima é muito instável e varia bastante, entre sol e chuva. Busquei uma linguagem bem visceral, afim valorizar a letra da música e exaltar a artista bem perto da câmera performando livremente,” explica Ricardo.

Em Maio deste ano, Negah divulgou o EP MELANINA QUEEN, que apresenta cinco faixas sobre amor e afeto entre pessoas pretas.