Wu-Tang Clan disco raro comprado NFT
Reprodução/YouTube
 

O disco mais caro do mundo, uma raridade do Wu-Tang Clan, agora tem novos donos.

Depois de pertencer ao polêmico Martin Shkreli, empresário da indústria farmacêutica que foi preso, o CD foi vendido novamente e pelo dobro de seu preço original. Agora, são R$22 milhões de reais (U$4 milhões) contra os iniciais R$11 milhões (U$2 milhões). Pois é!

Após a prisão de Shkreli, o álbum único — mesmo, já que só tem uma cópia no mundo e suas músicas nunca foram lançadas ao público — foi parar nas mãos do governo americano. Após um breve leilão, o CD agora se encontra com o coletivo digital PleasrDAO, que reúne uma série de “colecionadores de NFT e artistas digitais”.

De acordo ainda com a descrição do grupo, eles têm costume de adquirir peças culturais de alta relevância, além de praticar atos de caridade.

Um vídeo que mostra os novos donos e a baita operação para comprar o disco ainda explica que o acordo foi “complexo e com várias partes”. A compra foi concluída no dia 10 de setembro deste ano e, agora, o disco está protegido em algum lugar da cidade de Nova York.

Nos comentários do vídeo, fãs do Wu-Tang Clan estão pedindo (e torcendo) para que o coletivo libere essas músicas de alguma forma. Será?

Disco do Wu-Tang Clan

   
Compartilhar