Chino Moreno (Deftones) levantando voo
Foto: Wikimedia Commons
 

Chino Moreno falou pela primeira vez sobre as declarações controversas de seu colega de banda, Stephen Carpenter.

O frontman do Deftones, em entrevista ao The Peer Pleasure Podcast (via Loudwire), abordou as falas do guitarrista sobre a teoria da Terra plana e sua posição anti-vacina nos últimos meses. Moreno alegou que não sente que os comentários foram feitos “de um lugar negativo”, mas deixou subentendido que não concorda com o colega.

O vocalista disse:

Fico surpreso que não tenham surgido mais memes sobre ele… Acho que tem alguns. Mas foi realmente difícil no momento, porque obviamente eu sou amigo dele desde que eu tinha 10 anos. E você sabe que ele nem sempre foi assim.

Ele ainda continuou:

Eu direi que a maconha provavelmente tem um pouco a ver com suas conspirações e tudo mais. […] E aí estar sentado em casa, apenas fuçando quaisquer sites que ele fuça. Ele estar chapado o tempo todo não deve ter ajudado nisso.

Moreno ainda explicou que, quando estão juntos, os colegas de banda não falam sobre nenhum desses assuntos. “Tocamos, rimos, nos divertimos com a música. Ainda somos amigos desde criança”. Ainda assim, o vocalista alerta:

Mas não é como se eu não tivesse ouvido ele [falar dessas coisas], e aí eu ouço por dois minutos e simplesmente não aguento, você entende o que quero dizer? Porque ele viaja demais. […] Eu acho suas visões do mundo e do planeta estranhas… Mas, digo, você sabe que eu amo esse cara pra caralho. Ele é muito sincero e inteligente — o que parece loucura —, ele é muito amoroso. É provavelmente uma das pessoas mais generosas que já conheci.

Chino Moreno faz críticas a Stephen Carpenter

Chino Moreno ainda falou um pouco mais sobre as declarações, dando um “toque de amigo” em Stephen:

Você pode ter sua opinião, mas você tem que saber as consequências depois de jogá-las ao mundo. E a consequência provavelmente será um monte de gente falando merda. […] Não estou dizendo que ele tem que guardar para si porque não queremos ouvi-lo. Só estou dizendo que, se você não quiser ser ridicularizado, às vezes, só não diga essas merdas bizarras.

Ouça o podcast na íntegra abaixo.