Lars Ulrich, baterista do Metallica
Foto de Stock via Shutterstock
 

O Metallica é uma das bandas mais lendárias do heavy metal e se esforça para apresentar um setlist diferente em todos os seus shows.

Recentemente, em uma entrevista ao The Eddie Trunk Podcast (via Loudwire), o baterista Lars Ulrich falou sobre essa missão da banda e deu um detalhe curioso. Segundo ele, o fato do grupo não subir ao palco 100% ensaiado influencia de forma positiva em suas apresentações!

Por cerca de duas décadas a banda tem se dedicado para não repetir o mesmo set todas as noites e Ulrich tem um papel fundamental nisso, já que pesquisa as apresentações anteriores em cidades que o Metallica irá tocar novamente para garantir que o público encontre um show diferente.

Com relação ao repertório que possui cerca de 50 a 60 músicas, Lars aponta que a banda não toca todas as faixas perfeitamente, e isso acaba refletindo na performance, com riscos mas não necessariamente de uma maneira que atrapalha o show. Ele explicou:

Há cerca de 50 ou 60 músicas, mais ou menos, que temos tocado durante a maior parte dos últimos 15 anos e que podemos tocar não necessariamente a qualquer momento, mas não é como se estivéssemos começando do zero.

[…]

Eu acho que qualquer pessoa que nos conhece bem sabe disso… é meio que um ato de corda bamba. Estamos sempre 10% menos ensaiados do que deveríamos estar. A energia do momento, você sente que está realmente no momento com o resto dos caras da banda e com o público… Se você perde o foco, caindo da corda bamba, isso também torna um pouco mais vivo ou mais real ou mais apenas meio louco-legal.

Shows do Metallica

O segundo semestre de 2021 marcou o verdadeiro retorno do Metallica aos palcos após o início da pandemia do coronavírus.

Entre os shows que já realizaram, em alguns festivais o Metallica se apresentou duas vezes no mesmo fim de semana e isso gerou alguns desafios prazerosos, como explicou Ulrich:

Temos orgulho de, obviamente, ir fundo [no catálogo], mas existem algumas canções — “Enter Sandman”,” Master of Puppets”,”One” — que são meio que os pilares do set.

Levamos o desafio até a linha de chegada e não repetimos nenhuma das músicas. Então, eu acho que tínhamos 34 músicas quando terminamos, o que foi super divertido. Foi divertido, mas eu estaria mentido para você se dissesse que não é um desafio.

Um exemplo dessas mudanças de setlist ocorreu no festival Louder Than Life, em que o grupo realizou dois shows e, em um dos dias, presenteou os fãs com uma performance na íntegra do aclamado Black Album. Saiba mais aqui.

As próximas apresentações do Metallica estão marcadas para os dias 12 e 14 de Novembro no festival Welcome to Rockville em Daytona, Flórida.

 
Compartilhar