Brody Dalle se declara inocente de desacato na disputa de custódia com Josh Home
Reprodução / Facebook
Ouça o novo disco de Diego Tavares!  

A batalha entre Josh Homme e Brody Dalle pela custódia de seus filhos ganhou mais um capítulo.

O juiz Lawrence Riff, da Corte Superior do Condado de Los Angeles e responsável pelo caso, ordenou na última sexta-feira (15) que a vocalista dos Distillers permita que seu ex-marido, líder do Queens of the Stone Age, veja seus filhos Wolf (5) e Orrin (10) enquanto a disputa judicial não chega ao fim (via NME).

Além disso, a autoridade solicitou a instalação de quatro monitores 24 horas para supervisionar os filhos do ex-casal em todos os momentos em que eles estiverem com os pais pelos próximos 30 dias.

O custo dos monitores, estimado a partir de US$1.000 (cerca de R$5.506,00), será dividido entre Dalle e Homme. Sobre a decisão, o juiz declarou na audiência:

Está claro para mim que vocês precisam de monitores. Alguns ou todos podem discordar disso, mas acho que precisam.

De acordo com os autos do tribunal, a última vez que o frontman do QOTSA viu seus filhos foi em 26 de Agosto e, no final de Setembro, ele recebeu ligações de 15 minutos por chamada de vídeo com eles, em dias alternados.

Dois dias antes da nova decisão de Riff, Dalle disse à Rolling Stone que sentia uma possível ameaça aos filhos em Homme:

Isso é tudo que estou pedindo, que meus filhos estejam seguros. Temos que proteger as crianças. Devemos sempre proteger as crianças.

Josh também fez uma declaração à publicação, dizendo:

O trabalho mais difícil do mundo é ser mãe, mas os pais também são importantes. Eu passaria por qualquer coisa pelos meus filhos, até isso.

O vocalista ainda acusou Dalle no último dia 3 de Setembro, depois dela supostamente ter violado o acordo de custódia legal ao não deixar que ele ficasse com os filhos. Na última quinta-feira (14), Dalle se declarou inocente de desacato na disputa de custódia dos filhos.

Batalha judicial entre Josh Homme e Brody Dalle

No início de Setembro, Brody Dalle entrou com um pedido de ordem de restrição contra Josh no nome dos filhos Orrin e Wolf, alegando que eles estavam com medo de que o músico fosse machucá-los.

No processo, foi apontado que Homme “abusa deles física e emocionalmente com petelecos na orelha, humilhações, ameaças contra sua mãe [e seu namorado] e apalpando as partes íntimas dos meninos”. Como te contamos aqui, o pedido foi negado tanto em Santa Monica como em Los Angeles.

A advogada de Homme, Susan Wiesner, disse que as alegações de Dalle eram “categoricamente falsas”.

Diferentemente dos irmãos, Camilla Homme, filha mais velha do casal divorciado, ganhou uma ordem restrição temporária contra o pai que foi prorrogada até Novembro. Apesar disso, ela também estará sujeita a monitoramento, de acordo com a nova decisão do juiz.

Ouça a nova música de Juliah!      
Compartilhar