Dave Grohl no Rock In Rio 2019 com o Foo Fighters
Foto Stock via Shutterstock
Ouça o novo disco de Diego Tavares!  

Dave Grohl é uma lenda da música, mas até as lendas têm seus ídolos.

Em uma nova entrevista com a Mojo (via BLITZ), o atual líder do Foo Fighters e ex-baterista do Nirvana revelou quem é seu guitarrista preferido. Ele elegeu ninguém menos que Jimmy Page, do Led Zeppelin, explicando por que acredita que o britânico era ainda mais “louco” do que Jimi Hendrix:

O Heavy Metal não existiria sem o Led Zeppelin. E se existisse, não prestaria. O Led Zeppelin era mais do que uma banda. Era a combinação perfeita entre os elementos mais intensos: paixão, mistério e sabedoria. Foram um escape para muitas coisas: nunca foram bem recebidos pela crítica, no seu auge, porque eram muito experimentais, e muito fora da caixa. Em 1968 e 1969 havia muita coisa louca, mas eles eram mais.

O Hendrix era um gênio em chamas, mas o Jimmy Page era possuído. Os shows e os discos do Zeppelin eram como exorcismos. Ele levou as coisas a outro patamar, de uma forma tão humana e imperfeita. É como um velho músico de blues viajando com ácidos. Quando ouço [gravações amadoras] deles, os solos dele me fazem rir ou chorar. Qualquer versão ao vivo de ‘Since I Been Loving You’ te leva às lágrimas e te enche de alegria de uma vez só. Ele não usa a guitarra como um instrumento, é uma espécie de tradutor de emoções.

Que baita declaração! Na mesma matéria, aliás, Grohl também exaltou o saudoso John Bonham como “o maior baterista de todos os tempos”.

E aí, concorda?

Ouça a nova música de Juliah!      
Compartilhar