Shows não devem voltar a acontecer no Texas
Foto stock por shbs via Pixabay
 

O retorno dos shows já é uma realidade, mas ainda há muita discordância com relação aos protocolos de segurança que envolve esse momento (pós?) pandêmico.

No entanto, ao menos de acordo com uma pesquisa feita pelo MusicWatch, uma boa maioria das pessoas se mostra a favor de medidas um pouco mais restritivas que aumentam a segurança dos participantes — e, claro, também colaboram para que não tenhamos um novo surto descontrolado da COVID-19.

Como conta a MixMag, o estudo entrevistou 753 pessoas e descobriu que dois terços destes (67%) apoiam a obrigatoriedade de vacinas e do uso de máscaras em casas de show.

Para complementar isso, apenas 6% dos respondentes afirmaram que deixariam de ir a algum evento caso regras mais duras como as citadas acima fossem implementadas e 15% afirmaram que confiam no “senso comum”, ou seja, acreditam que as pessoas são capazes de proteger umas às outras por conta própria realizando testes e usando máscaras mesmo que essas medidas não sejam obrigatórias.

Coincidentemente ou não, cerca de 70% dos fãs questionados estavam completamente vacinados quando a pesquisa foi feita. Desses imunizados, 80% afirmam que já voltaram a ir em shows.

E você, onde se encaixaria nesse estudo?

Retorno dos shows

Como te falamos por aqui, a cidade de São Paulo já adotou a estratégia de um passaporte da vacina e permitiu a reabertura de eventos apenas mediante apresentação da comprovação de ao menos uma dose recebida do imunizante.

Mais recentemente, o fundador do Rock in Rio, Roberto Medina, se posicionou a favor da obrigatoriedade da vacina não apenas para eventos com o seu festival mas de forma geral, já que cada pessoa não-imunizada representa um “risco” para a sociedade. Saiba mais clicando aqui.

 
Nosso site utiliza de cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Consulte nossa Política.