Julian Casablancas na capa do Arctic Monkeys
 

Depois de Alex Turner citar em uma música que “só queria ser um dos Strokes”, Julian Casablancas revelou seu desejo de integrar o Arctic Monkeys.

O líder do The Strokes decidiu brincar com a frase cantada por Turner na música “The Star Treatment”, do disco Tranquility Base Hotel & Casino (2018) e publicou em seu Instagram uma foto recriando a capa do álbum de 2006 do Arctic Mokeys, Whatever People Say I Am, That’s What I’m Not.

O músico compartilhou uma paródia com a icônica foto de Chris McClure do The Violet May, que ilustra a arte do álbum, e nela aparece fumando um cigarro com um olhar pensativo, substituindo o nome da banda por “The Strokes”.

Na legenda, ele disse:

Risos – eu sempre quis estar no Arctic Monkeys.

McClure ficou sabendo da postagem de Casablancas e utilizou sua conta do Twitter para compartilhar sua admiração pelos Strokes. Ele escreveu:

Qualquer um que me conheça saberá do meu amor pelos Strokes. Então, quando vejo Julian Casablancas postando uma foto fingindo ser eu, é realmente louco.

Em 2018, Alex Turner explicou que a declaração ao The Strokes ficou na letra de “The Star Treatment” como se fosse uma conversa consigo mesmo, evidenciando a passagem de tempo de sua carreira.

The Strokes e Arctic Monkeys

Arctic Monkeys - "Whatever People Say I Am, That's What I'm Not"

Na semana passada, o Red Hot Chili Peppers anunciou que o The Strokes será uma das atrações de abertura de uma série de shows pelos Estados Unidos de sua aguardada turnê de 2022.

O grupo irá se apresentar ao lado de Thundercat e King Princess, confira mais detalhes aqui.

Já o Arctic Monkeys segue sem novidades sobre o tão esperado disco sucessor de Tranquility Base Hotel & Casino, de 2018.

Confira abaixo a publicação de Julian Casablancas e o comentário de Chris McClure.

 

 
Nosso site utiliza de cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Consulte nossa Política.