Diretora fã de Iron Maiden
Reprodução/Instagram
 

Se você acha que todo o papo sobre Iron Maiden e satanismo ficou no passado, está bem enganado.

Sharon Burns, diretora de um colégio chamado Eden High School na cidade de St. Catharines, no Canadá, está sendo alvo de um protesto por parte dos pais de alunos que se incomodam com as imagens “satânicas” que ela exibe na vida real e nas redes sociais — todas associadas com a banda britânica.

Conforme conta a Consequence, a petição assinada por mais de 400 pessoas diz:

Como pais preocupados com as crianças impressionáveis da Eden High School em St. Catharines, Ontario, nós ficamos profundamente incomodados que a diretora designada para essa escola mostre de forma incisiva símbolos satânicos e sua ligação com práticas satânicas nas plataformas públicas de redes sociais onde todos os estudantes podem vê-las na conta da diretoria do colégio (não a sua conta pessoal). Nossa escola é baseada em inclusão, e abertamente exibir símbolos satânicos (em uma plataforma pública de redes sociais) que diretamente vai contra os princípios da vasta maioria das famílias que representam a escola não é inclusivo. Como pais, nós estamos exigido que ela se transfira para outra escola. Por favor troquem-na por outro(a) diretor(a) que se alinhe com os valores das famílias na Eden e que não irá sabotar o ensino ou cumprimento desses valores e não vai tentar introduzir estudantes impressionáveis às práticas ou simbolismo satânicos.

Em outro comunicado após a história chegar à internet, os pais reforçaram que a petição “NÃO É sobre o amor de Sharon Burns pelo Iron Maiden”, mas sim sobre “a diretora de uma escola abertamente exibido seu PRÓPRIO cartaz feito a mão com [o número] 666 exibido claramente”.

Eles ainda afirmam que ela “sabe muito bem o que esse SÍMBOLO SATÂNICO significa para a vasta maioria das famílias em sua escola” e “o colocou em uma conta PROFISSIONAL”. O comunicado finaliza:

Se ela não tivesse postado uma foto de seu próprio cartaz feito à mão com o símbolo 666, essa petição NÃO EXISTIRIA. Ninguém liga para quais bandas ela ouve e isso não é sobre a escolha dela no que diz respeito ao que ela ouve. Isso seria mesquinho e não faria nenhum sentido.

Sharon Burns, satanismo e Iron Maiden

A publicação em questão parece já ter sido apagada do Instagram da diretoria do colégio, mas você pode vê-la ao final da matéria. Na capa, inclusive, é possível ver outra foto que mostra a diretora com seus vários apetrechos do Maiden.

Felizmente, a diretora está recebendo bastante apoio e uma outra petição, intitulada “Nós Precisamos da Srta. Burns”, já recebeu mais de 12 mil assinaturas e reforça a importância de Sharon para o colégio:

Recentemente, tem circulado uma petição para ‘remover’ a diretora da Eden High School. É ridículo que alguns pais estejam julgando seu papel como diretora baseados apenas em uma postagem de Instagram. (Sobre gostar da banda Iron Maiden. É só isso.) A Eden High School é uma escola pública. Não uma escola cristã. Se você por algum motivo não gosta da diretora do seu filho, neto, parente, etc., então mande-o para outra [escola]. A diretora já fez tantos esforços para lembrar os estudantes de que a Eden é um lugar de diversidade. Ela inclusive transformou uma sala inteira em uma sala de orações para os estudantes que praticam religiões diferentes do cristianismo, como os islâmicos. Ela transformou o Eden em um lugar seguro para tantas pessoas. Ela espalha nada além de amor e bondade, e é provavelmente uma das melhores e mais empolgadas diretoras que a escola já teve.

Caso você tenha interesse em apoiar a permanência de Burns, pode assinar a petição clicando neste link. Que coisa mais retrógrada, hein?

Eddie da diretora fã de Iron Maiden

 
Nosso site utiliza de cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Consulte nossa Política.
 
Compartilhar