Shows não devem voltar a acontecer no Texas
Foto stock por shbs via Pixabay
 

Los Angeles acaba de estreitar ainda mais suas regras para o retorno dos shows e eventos fechados na pandemia.

Agora, a cidade californiana vai exigir o esquema de vacinação completo contra a COVID-19 para entrar em shows fechados, cinemas, restaurantes, academias, salões de beleza, cafés e outros lugares. Isso significa que, a partir do dia 4 de Novembro, um teste negativo da doença não será suficiente.

De acordo com a imprensa internacional (via CoS), o decreto foi aprovado por 11 votos positivos contra 2 negativos. Agora, só falta a assinatura do prefeito Eric Garcetti, que já se mostrou a favor de medidas mais rígidas. “Não quero enterrar mais um funcionário público, policial ou bombeiro”, o político disse na semana passada.

Quem também apoiou o decreto foi a Doutora Barbara Ferrer, diretora do Departamento de Saúde Pública do Condado de L.A., que disse:

Esta ordem […] se alinha com a necessidade contínua de reduzir o risco de transmissão e aumentar a cobertura de vacinação. Este é um caminho razoável que pode nos posicionar para sermos mais capazes de quebrar o ciclo de picos.

É esperado, ainda, que outras cidades e estados dos EUA sigam o exemplo. O mesmo aconteceu em Nova York em Setembro, além da exigência de máscaras em eventos maiores.

Shows no Brasil

Por aqui, alguns shows menores e fechados já estão acontecendo, a maioria também exigindo o cartão de vacinação com pelo menos a primeira dose. Em São Paulo, por exemplo, isso já é obrigatório, e um plano para a volta dos eventos já está em ação — saiba mais clicando aqui.

 
Nosso site utiliza de cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Consulte nossa Política.