Richie Faulkner, do Judas Priest
 

Como te contamos aqui, Richie Faulkner, guitarrista do Judas Priest, precisou passar por uma operação às pressas depois de sofrer um ataque cardíaco no palco durante apresentação recente no festival Louder Than Life.

Dias após o ocorrido, o músico se pronunciou para atualizar os fãs sobre seu estado de saúde e revelou a presença de um aneurisma da aorta.

Segundo o relato de Faulkner, incialmente, ele se sentiu “confuso” e “angustiado” enquanto tocava “Painkiller”. O guitarrista, que seguiu com o show, também disse estar grato pelo apoio e pelas mensagens que tem recebido desde a cirurgia e ainda se mostrou bem-humorado ao brincar dizendo que agora é “literalmente feito de Metal”.

Confira abaixo o comunicado assinado por Richie e compartilhado no Twitter pelo Judas Priest. Vale lembrar que, em função do triste ocorrido, o Judas Priest adiou todo o restante de sua turnê pelos Estados Unidos. Desejamos pronta recuperação para Richie Faulkner!

LEIA TAMBÉM: Rob Halford (Judas Priest) fala sobre superar a pandemia: “ouça cientistas, não políticos”

Comunicado de Richie Faulkner (Judas Priest)

Maníacos,

Sempre fui grato pelas oportunidades que tive. Sempre me considerei o cara mais sortudo entre todos: poder tocar minha música favorita, com minha banda favorita, para minhas pessoas favoritas ao redor do mundo… Hoje, só de ser capaz de digitar isso para todos vocês, é o maior presente de todos.

Enquanto assisto às filmagens do festival “Louder Than Life”, em Kentucky, posso ver em meu rosto a confusão e angústia que estava sentindo enquanto tocava “Painkiller”, quando minha (veia) aorta se rompeu e começou a derramar sangue em minha cavidade torácica.

Eu estava tendo o que meu médico chamou de aneurisma da aorta e dissecção completa da aorta. Pelo que ouvi do meu cirurgião, as pessoas que passam por isso geralmente não chegam vivas ao hospital. Fui levado para o Rudd Heart & Lung Center nas proximidades e rapidamente entrei no que acabou virando 10 horas e meia de cirurgia aberta de coração.

Cinco partes do meu peito foram substituídas por componentes mecânicos. Sou literalmente feito de metal agora. Tudo poderia ter terminado de forma diferente – tínhamos apenas uma hora definida naquela noite devido à apresentação do Metallica depois de nós – e passa pela minha cabeça que, se fosse um set completo, teria eu tocado até o colapso total?

Se não tivesse acontecido em uma situação de adrenalina tão alta, meu corpo teria sido capaz de continuar o tempo suficiente para chegar ao hospital? O incrível Heart & Lung Center ficava a quatro milhas de distância do show – se fosse mais longe…

Nós sempre podemos enlouquecer com essas coisas, mas, felizmente, ainda estou vivo. Quaisquer que sejam as circunstâncias, ao assistir aquela filmagem, a verdade é que, sabendo o que sei agora, vejo um homem agonizando.

Estou comovido até as lágrimas e cercado por amigos, família, por minha fantástica banda, equipe e empresário, e também vocês, me enviando vídeos e mensagens de amor e apoio durante a última semana – muito obrigado a todos e, embora eu tenha um caminho de recuperação pela frente, assim que eu puder me levantar e correr novamente, vocês serão os primeiros a saber e voltaremos lá entregando os bens [Nota: aqui Richie faz um trocadilho com a música Delivering the Goods, do Judas Priest].

Uma última coisa, maníacos, isso aconteceu totalmente do nada para mim – sem histórico de problemas cardíacos, artérias obstruídas, etc… Meu ponto é que eu nem tenho colesterol alto e isso poderia ter sido o fim para mim. Se vocês puderem fazer um check-up – façam isso por mim, por favor…

Com muito amor e nos vemos lá na frente de novo, em breve,

Richie.

   
Nosso site utiliza de cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Consulte nossa Política.