Nego do Borel chegando em delegacia
Reprodução/G1
 

Dado como desaparecido nesta segunda-feira (4), o cantor Nego do Borel foi encontrado na tarde desta terça (5) em um motel localizado em Vila Isabel, Zona Norte do Rio de Janeiro.

De acordo com o assessor Anderson Faria, o cantor estaria sozinho e “muito medicado”:

Ele está muito medicado, ele tomou um remédio muito forte. Ele está notoriamente muito grogue com remédios.

O G1, por outro lado, apurou que Nego teria sido encontrado no Hotel Corinto, onde estaria acompanhado de duas mulheres. De qualquer forma, ele foi levado até uma delegacia e, ao chegar no local, fez gestos obscenos para uma câmera que o filmava.

Você pode ver o vídeo ao final da matéria.

Denúncias contra Nego do Borel

O desaparecimento provavelmente está ligado às acusações feitas contra o músico, que teve seu nome apontado em dois casos de relacionamento abusivo e, mais recentemente, foi expulso do reality A Fazenda, da Record, após ter sido acusado de estuprar a participante Dayane Mello.

A Polícia Civil abriu um inquérito para investigar o cantor de 29 anos de idade, por suspeita de estupro de vulnerável contra a modelo. De acordo com os participantes do programa, Dayane estava embriagada quando se deitou com o funkeiro.

Na data do ocorrido, a assessoria de Borel declarou que ele iria “provar mais uma vez toda a sua inocência”. Isso porque, antes de ser expulso do reality show, o funkeiro foi indiciado por violência doméstica contra a ex-namorada, a modelo Duda Reis.

Em Janeiro, a garota de 19 anos de idade registrou boletim de ocorrência por estupro e ameaça contra ele na 1ª Delegacia da Defesa da Mulher (DDM) em São Paulo.

Como te contamos aqui, Duda utilizou suas redes sociais para fazer fortes relatos sobre seu relacionamento com Borel. Em seu depoimento, a modelo apontou que era manipulada e sofria agressões física constantemente.

Além do caso envolvendo Duda Reis, em Julho, Nego do Borel chegou a ser indiciado por violência doméstica contra outra ex-namorada, Swellen Sauer.

Em alegações feitas na Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam), no Rio de Janeiro, Sauer diz que foi agredida pelo artista, que nega as acusações.

 
Nosso site utiliza de cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Consulte nossa Política.
 
Compartilhar