Lizzie Bravo
Crédito: divulgação
 

A cantora carioca Elizabeth Villas Boas Bravo, mais conhecida como Lizzie Bravo, faleceu nesta segunda-feira (4) aos 70 anos, vítima de problemas cardíacos.

A morte foi confirmada através das redes sociais pela filha dela, a também cantora Marya Bravo, que disse ainda que a mãe morreu em casa, no Rio de Janeiro. De acordo com informações do G1, Lizzie se recuperava de uma internação recente em um hospital da cidade.

Apaixonada por Beatles, em especial John Lennon, a cantora, então com 17 anos, teve a chance de gravar com o Fab Four no dia 4 de Fevereiro de 1968.

Ela, que adotou o nome artístico “Lizzie” três anos antes ao escutar Lennon cantar “Dizzy, Miss Lizzy” no álbum Help! (1965), costumava “bater ponto” diariamente na porta do mítico estúdio Abbey Road, onde os Beatles gravavam.

“Across the Universe”

Para sua sorte, em um desses dias, Paul McCartney se dirigiu ao lado de fora do estúdio onde Lizzie e outras poucas beatlemaníacas se encontravam e perguntou se alguma delas sustentava nota aguda.

A brasileira era capaz, e assim se juntou a uma amiga britânica para gravar vocais que fizeram parte de uma das versões de Across the Universe”, faixa que integrou o disco Let It Be (1970), o último da discografia de Macca e companhia.

A gravação com os Beatles da qual Lizzie participou foi lançada no álbum de caridade No One’s Gonna Change Our World, que em 1969 teve o propósito de arrecadar fundos para a instituição World Wildlife Fund.

O episódio foi contado em detalhes no livro Do Rio a Abbey Road, publicado pela cantora em 2016 e que neste ano ganhará uma segunda edição, além da primeira publicação em inglês.

Lizzie Bravo gravou com muitos nomes da MPB

Lizzie ainda chegou a participar de álbuns dos mais renomados artistas da MPB, como Alceu Valença, Alcione, Caetano Veloso, Djavan, Elba Ramalho, Maria Bethânia, Milton Nascimento, Roberto Carlos e Zé Ramalho.

Também fotógrafa, Bravo registrou em imagens parte da história da música popular brasileira, assinando capas e contracapas de discos de Joyce Moreno e Tavito.

Na vida pessoal, Lizzie Bravo foi casada de 1970 a 1972 com o cantor e compositor Zé Rodrix, falecido em 2009, com quem teve Marya.

Que descanse em paz!

 
Nosso site utiliza de cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Consulte nossa Política.