Chester Bennington em última entrevista
Reprodução/YouTube
 

Em julho deste ano, completaram-se quatro anos da morte do incrível Chester Bennington, líder do Linkin Park.

Em fevereiro de 2017, poucos meses antes de nos deixar vítima de um suicídio, Chester deu sua última entrevista gravada à rádio americana KIIS FM 102.7. Divulgando o single “Heavy”, recém lançado pela banda à época, Bennington acabou abrindo o coração sobre sua luta contra a depressão.

Na entrevista, Bennington confessou que ficava “meio maluco” quando estava sozinho, e acabava tendo pensamentos ruim. Porém, quando ele “não estava nesse lugar péssimo”, era uma ótima pessoa.

Eu não sei se vocês sabem, mas eu fico triste às vezes. É como se não importasse como estou me sentindo, sempre me vejo lutando contra algum tipo de comportamento, me sinto preso a uma coisa que fica se repetindo diversas vezes e me pergunto porque estou naquilo. Há momentos em que você é capaz de separar as coisas e consegue fazer algo a respeito.

Há muitas circunstâncias que levaram a isso. Eu sei que quando estou sozinho em meus pensamentos, fico meio maluco, não digo coisas legais para mim mesmo e sempre há algo que me põe para baixo, como coisas da vida, comportamentais ou coisas depressivas. Mas sei que quando não estou nesse lugar, sou uma ótima pessoa.

Bennington ainda explicou que “Heavy” tratava bastante dessa batalha, e continuou:

Acredito que quando você consegue sair desse lugar e enxergar tudo do ‘lado de fora’, você realmente está se elevando mentalmente. Então esse foi um momento em que pensei que poderia enfrentar isso, pois quando me sinto nessa situação só consigo pensar em como posso sair daquilo.

Quando escrevi essa música ano passado, eu estava muito mal. Eu acho que as pessoas pensam que quando se você é bem-sucedido, você recebe um cartão dizendo que sempre será satisfeito e feliz por toda sua vida, mas não é bem assim. Acho que a única coisa diferente em minha vida é o Linkin Park, pois todo o resto é normal, afinal eu sempre tive esse lado obscuro dentro de mim. Quando não estou trabalhando contra isso minha vida fica uma bagunça e, foi daí que toda a inspiração das músicas veio.

Assista ao trecho legendado da entrevista abaixo!

LEIA TAMBÉM: Nandi Bushell descobre o Nu Metal em cover de Linkin Park e ganha elogio de Mike Shinoda

Última entrevista de Chester Bennington

 
Nosso site utiliza de cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Consulte nossa Política.