Matt Sorum
Foto de Matt Sorum via Shutterstock
 

Matt Sorum, ex-baterista do Guns N’ Roses, revelou alguns detalhes sobre o motivo de não ter sido convidado para participar da reunião da banda em 2016.

Em um trecho de seu novo livro, intitulado Double Talkin’ Jive: True Rock ‘n’ Roll Stories, o músico conta que ficou sabendo da reunião parcial da formação clássica da banda através de rumores da internet enquanto estava em turnê pela América do Sul com seus ex-companheiros de Guns, Duff McKagan e Slash.

O baterista relata ter questionado McKagan sobre os integrantes da turnê e o baixista apontou que Axl Rose tinha optado por convocar seu próprio baterista, Frank Ferrer. No momento, Sorum rebateu dizendo:

Vá até Axl e diga a ele que você me quer na bateria, ponto final. Agora é a hora.

Porém, McKagan acabou com as esperanças de Matt, revelando que já tinha assinado um acordo para a realização da turnê.

Matt Sorum e Guns N’ Roses

Em entrevista à Rolling Stone (via NME), o baterista disse acreditar que provavelmente nunca mais irá tocar com o Guns, mas destacou o lado positivo de seu período na banda. Ele explicou:

Aceitei o fato de que eles estão fazendo suas próprias coisas e eu estou fazendo as minhas. Não posso dizer que fiquei completamente feliz com as circunstâncias quando aconteceu. Ao mesmo tempo, me sinto muito bem com o tempo que passei na banda.

Provocado sobre a razão de não ter sido convidado por Axl para a turnê de reunião, Matt Sorum declarou:

Acho que Axl é um cara leal. Ele gosta da banda que tem há muito tempo. Ele não via dessa forma […] Se alguém naquela banda é leal, provavelmente é ele. Ele estava tipo, ‘Eu vou trazer meu cara [Frank Ferrer]. Se eu pegar o Slash, tudo bem. Se eu pegar Duff, tudo bem também. E isso é o suficiente.’ Foi assim que aconteceu, e é isso que eles estão fazendo.

Sorum ainda contou que foi convidado para fazer uma participação especial na turnê, mas confessou que não aceitou a oferta pois não havia dinheiro envolvido. Questionado se atualmente ele aceitaria um novo convite, o músico disse que teria que “esperar até que chegue essa ligação para tomar essa decisão”. Ele acrescentou:

No momento, tenho um bebê e estou fazendo um ninho. Tenho muitas coisas diferentes acontecendo na minha vida. Acabei de produzir o novo álbum de Billy Gibbons. Estou prestes a começar o meu próprio. Tenho seis startups. Eu sou um cara ocupado. Tem que ser o que funciona com a minha vida. Eu me sinto muito bem com o meu tempo na banda. E eu sempre agradeço ao Guns N ‘Roses por meu legado daqui para frente.

Enquanto Matt se dedica aos seus outros projetos, o Guns N’ Roses anunciou nesta semana a chegada de seu próximo lançamento que quebra um “hiato” de 28 anos.

A lendária banda irá divulgar em Fevereiro o EP Hard Skool, que leva o nome da última faixa recém-divulgada pelo grupo e será o primeiro trabalho com Axl Rose, Duff McKagan e Slash reunidos desde The Spaghetti Incident?, de 1993. Saiba mais aqui.

 
Nosso site utiliza de cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Consulte nossa Política.
 
Compartilhar