Machine Gun Kelly com microfone no palco em 2015
Foto de Machine Gun Kelly via Shutterstock
 

Parece que Machine Gun Kelly está disposto a trazer as tretas de volta ao Rock And Roll.

Nos últimos dias, o artista que começou no Rap e agora se aventura pelo Pop Punk com as bênçãos do “padrinho” Travis Barker deu o que falar e não foi exatamente por causa de suas músicas.

Como a gente te contou por aqui, enquanto tocava no Riot Fest em Chicago ele aproveitou uma pausa no set para criticar a banda Slipknot, dizendo que “era muito feliz por não ter 50 anos de idade e usar máscaras bizarras no palco”.

Vale lembrar que a banda mascarada era uma das atrações do mesmo evento, e que após suas declarações, MGK ainda disse que o vocalista Corey Taylor havia gravado uma “performance horrível” para uma faixa do seu último disco, Tickets To My Downfall (2020), que acabou não sendo lançada.

Corey respondeu com prints de conversas com Travis Barker mostrando que foi ele quem desistiu da colaboração, e não Machine Gun Kelly que o “tirou” da lista final.

Machine Gun Kelly é Vaiado

No último final de semana, o “ex-rapper” voltou ao palco de um grande festival, tocando dessa vez no Louder Than Live, em Louisville, também Estados Unidos.

Assim como no Riot, ele causou polêmica e dessa vez a coisa ficou ainda mais feia.

MGK foi constantemente vaiado pelo público e teve que ver diversos dedos médios apontados em sua direção, bem como ouvir gritos de “You Suck”, ou algo como “Você é Péssimo”.

Além disso, em determinado momento, Machine Gun Kelly se desentendeu com alguém que estava no palco e, como você pode ver no vídeo acima, chegou a dar (ou tentar dar) um soco em um homem que vinha sendo agarrado por seguranças.

Em seu show, além de hits como “bloody valentine”, o músico ainda fez covers de Paramore (“Misery Business”), iann dior (“Sick And Tired”) e The Kid LAROI (“F*ck You, Goodbye”).

Enquanto causa pelos palcos, MGK vai se tornando figura frequente no noticiário e acumula quase 20 milhões de ouvintes mensais no Spotify. Parece que as provocações estão funcionando, não é mesmo?

Logo abaixo você pode assistir ao vídeo com as inúmeras vaias no festival.

LEIA TAMBÉM: Machine Gun Kelly e Conor McGregor discutem no tapete vermelho do VMA

 
Nosso site utiliza de cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Consulte nossa Política.
 
Compartilhar