Francisco, el Hombre
Crédito: Rodrigo Gianesi
 

As bandas Francisco, el Hombre (brasileira) e Doctor Krápula (colombiana) lançaram nas plataformas digitais o single “Mala Fama”.

A faixa preza pelo reconhecimento do imenso valor cultural e ancestral dos povos latino-americanos, buscando eliminar as ideias pré-concebidas das suas origens.

A letra da canção faz menção ao termo “sudaca”, expressão xenófoba usada para definir, de forma depreciativa, os sul-americanos.

Inclusive, a Francisco, el Hombre já havia utilizado o termo em “Baile Sudaca”, música lançada pelo grupo no ano passado, em parceria com o grupo chileno Moral Distraída.

NPKN

NPKN
foto: divulgação

O duo brasileiro/argentino NPKN, formado por Kimberlly Arce e Nattana Alvarenga, disponibilizou o clipe do single “Vente Conmigo” através da Loop Discos.

O vídeo marca o início do projeto Amor, Aventura e Música, que registra a passagem das compositoras por todo os Estados Unidos.

“Uma das propostas do projeto todo, intitulado Amor, Aventura e Música é mostrar o desafio de fazer uma road trip somente nós duas e nosso dog e por isso esse clipe foi captado inteiramente por nós duas. Foi o jeitinho simples e carinhoso que vimos para demonstrar e compartilhar com o mundo o amor que temos uma pela outra através deste single e clipe,” explica Nattana.

ZAINA

ZAINA
foto: divulgação

A cantora e compositora ZAINA divulgou no YouTube o clipe da faixa “Não Quero Ninguém”, que mergulha em referências pop contemporâneas.

O vídeo, dirigido por Alexandre Alencar, celebra o amor próprio e mostra a artista em situações de culto a sua imagem.

“Quando convidei o Alexandre Alencar para dirigir o clipe, sabia que ele iria fazer algo muito melhor do que eu tinha em mente. Ele ouviu a música e detectou meu narcisismo saudável, que é essa questão do amor próprio que afirmo nas composições. Ele trouxe essa ideia de criarmos uma versão alternativa do mito de Narciso e trabalhamos nessa ideia dos espelhos, reflexos e refrações da ZAINA, representando a metamorfose do mito,” conta a artista.

“Não Quero Ninguém” é o primeiro lançamento de uma série de singles que são preparados para os próximos meses.

Nelson D

Nelson D
foto: divulgação

O artista indígena Nelson D disponibilizou nas plataformas de streaming através do selo Balaclava Records o disco Anga.

O álbum apresenta 12 faixas e transita musicalmente entre o Trip-hop, Eletrônico e a ancestralidade dos índios.

As batidas presentes no trabalho fazem referência a nomes como The Prodigy, Chemical Brothers e Massive Attack.

Dani Cruz

Dani Cruz
foto: divulgação

A cantora potiguar Dani Cruz lançou nas plataformas digitais seu terceiro EP autoral, Elas Querem Samba. O compacto apresenta quatro sambas inéditos em parceria com Mônica Michelly e Jubileu Filho.

Dani, que já encabeçou outros projetos como Elas (2016) e Samba de Sereia (2017), busca valorizar o papel da mulher não apenas como intérprete, mas também como compositora.

“Esse trabalho é muito especial pra mim. Desde o momento da sua criação que surgiu o meu desejo de adentrar o gênero do samba, a composição das canções, o conceito visual, os arranjos, eu noto seu impacto. Apresentar o amor, a fé e a esperança a partir das minhas músicas enche meu coração de alegria, com uma certeza de estar no caminho certo. Em todas as gravações com Jubileu, mestre cujo carinho triplicou depois dessa produção musical super cuidadosa, eu me emocionei muito,” comenta ela.

 
Nosso site utiliza de cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Consulte nossa Política.