Billie Eilish em ensaio para a Vogue
Foto por Craig McDean para Vogue
 

Billie Eilish ganhou uma legião de fãs desde o lançamento de seu aclamado álbum de estreia When We All Fall Asleep, Where Do We Go? (2019), mas ultimamente a cobrança de alguns deles em relação à sua imagem vem chamando a atenção da cantora.

A artista de 19 anos de idade, que iniciou sua carreira utilizando roupas mais largas e o cabelo pintado de verde neon e preto que se tornou uma espécie de marca registrada, surpreendeu seu público ao aparecer em sua conta do Instagram em Março deste ano com o cabelo loiro platinado.

Em seguida, Eilish movimentou ainda mais a internet ao aparecer na capa da revista Vogue com um estilo totalmente diferente. A jovem deixou de lado o look mais despojado e investiu em algo mais sensual, utilizando diferentes espartilhos em uma sessão de fotos inspirada no conceito Pin-up.

Em uma recente entrevista à revista Elle (via BuzzFeed), da qual a cantora foi capa, Billie revelou que as mudanças em seu visual e na estética utilizada em suas roupas incomodaram algumas pessoas que a acompanham.

Ela relata que, em uma foto publicada em seu Instagram na qual usa um espartilho e um sutiã de renda aparece, uma pessoa a chamou de “hipócrita” enquanto outra apontou que “a indústria realmente mudou você”. Sobre esse tipo de reação de pessoas que a admiravam, Eilish refletiu:

As pessoas se apegam a essas memórias e têm um apego. Mas é muito desumano. Perdi 100.000 seguidores apenas por causa de peitos. As pessoas têm medo de peitões.

[…] Você nem mesmo deve saber realmente quem você é até ter pelo menos a minha idade ou mais.

Madonna apoia Billie Eilish

A matéria da Elle, que faz um perfil da jovem cantora, contou com uma ótima colocação da lendária Madonna.

A rainha do Pop se posicionou sobre as decisões de Billy em relação à mudança de estética e indicou que, se a situação fosse com um homem, este assunto não estaria sendo abordado. Ela declarou:

O problema é que ainda vivemos em um mundo muito sexista, onde as mulheres são colocadas em categorias. Você está na categoria de virgem ou na categoria de prostituta. Billie começou em uma categoria não sexualizada, sem agradar as massas e sem usar sua sexualidade de forma alguma, que é sua escolha e Deus a abençoe por isso — afinal, ela foi uma adolescente esse tempo todo.

[Mas] se ela quiser se virar e tirar fotos em que seja retratada como uma mulher feminina, mostrando seu corpo de uma forma que nunca fez no passado, então por que deveria ser punida por isso? As mulheres devem ser capazes de se retratar da maneira que quiserem. Se Billie fosse um homem, ninguém escreveria sobre isso.

Durante o Met Gala, que ocorreu no último dia 13 de Setembro, Billie Eilish encantou a todos com seu belo look inspirado em Marilyn Monroe. Por lá, a cantora também comentou sobre os estilos que vem experimentando e disse que ao longo dos últimos anos sua confiança tem “melhorado muito”.

Como te contamos aqui, Eilish só aceitou utilizar o vestido assinado pela grife do famoso estilista Oscar de la Renta se a empresa aceitasse abandonar o uso de pele animal, o que aconteceu.

 
Nosso site utiliza de cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Consulte nossa Política.
 
Compartilhar