Completando 30 anos em 2021 com uma série de comemorações, o Black Album do Metallica foi um marco para o Metal e também para a própria banda.

Em entrevista exclusiva para a Total Guitar, o guitarrista Kirk Hammett afirmou que a composição de “The Unforgiven” transformou o jeito como ele executa um solo no instrumento.

Para ele, o processo de gravação da faixa, assim como outras, envolvia uma “ênfase não familiar na improvisação” (via GuitarWorld):

Não estava acontecendo e então Bob Rock disse que eu não estava fazendo meu dever de casa. Eu não sabia sobre o que ele estava falando, porque eu cheguei no estúdio com todas estas ideias, mas elas apenas não funcionavam! Eu tive que jogar tudo fora. Eu me sentia totalmente nu, sem ideias para apresentar. Bob me disse que ele tentaria mexer um pouco no som para mim e quando ele o fez realmente ajudou. Eles disseram, ‘Só toque!’ e eu fiquei tipo, ‘Arrrgh!’ Eu tive talvez um minuto para me colocar em um modo de que era pra valer. Eu apenas precisava bloquear tudo e mergulhar emocionalmente. Nós conseguimos a gravação e eu não sabia que porra tocar, mas algo sairia dali… algo sempre sai.

Na sequência, Kirk falou mais especificamente sobre o resultado que obteve e os aprendizados que isso lhe trouxe:

Aquele solo foi pura emoção. Eu não tinha ideia do que fazer; tudo surgiu conforme eu tocava – improvisação de verdade. Eu estava tão feliz depois disso, realmente animado e inspirado. Eu sabia que precisava fazer mais daquilo, e a partir daquele momento, eu trabalhei nas minhas habilidades de improvisação e em completar pensamentos musicais para que se tornem bastante audíveis. Montar solos completos de maneira natural, se você entende o que eu digo. Para o ‘Black Album’, eu cheguei com 80% de coisas trabalhadas e 20% de improvisação, incluindo o solo de ‘The Unforgiven’. Hoje em dia eu prefiro fazer ao contrário, com 20% trabalhado e 80% improvisado, porque é mais empolgante, mais espontâneo e honesto.

O disco autointitulado do Metallica foi lançado em 1991 e, no último dia 10, ganhou uma versão comemorativa intitulada The Metallica Blacklist. Por lá, encontramos 53 covers de artistas dos mais diferentes gêneros musicais, do Pop ao Rock e do Jazz ao Rap.

LEIA TAMBÉM: Vídeos: Metallica faz bonito e toca clássicos em cartão postal de Los Angeles

 
Nosso site utiliza de cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Consulte nossa Política.